Por Pedro Melo

Cerca de mil torcedores lotaram o ginásio do Clube Curitibano. (Divulgação/CBV)

Após 14 anos, Curitiba voltou a ter uma equipe de vôlei, mas a reestreia não foi da maneira esperada. Apesar do grande público que lotou o ginásio, o Clube Curitibano perdeu para o Brusque por 3 sets a 2, com parciais de 29-27, 25-23, 21-25, 22-25 e 15-11 em 2h28 min de partida.

Sem conhecer o adversário, o time da casa foi surpreendido nos dois primeiros sets, mas não se abateu e conseguiu reagir na partida com o apoio da torcida. No tie-break, o Curitibano novamente teve que buscar o placar, chegou a empatar em 11 a 11, porém, levou quatro pontos consecutivos e estreou na competição com derrota.

Para o técnico Jorge Edson, todas as equipes estão no mesmo nível e o mais importante foi conquistar o apoio da torcida logo no primeiro jogo. “O resultado em si é o início de uma caminhada longa e difícil. Todas as equipes estão niveladas, mas o que vale hoje é que a nossa torcida está do nosso lado. Os torcedores não gostam apenas da nossa equipe, mas prestigia sempre e entende o vôlei”, disse.

Já a experiente central Valeskinha, campeã olímpica em 2008, admitiu falta de entrosamento entre as jogadoras e lamentou a quantidade excessiva de erros do time. “A gente começou a treinar juntas agora e do outro lado, as jogadores são mais rodadas e sabem jogar na dificuldade. Quando a gente consertar os erros bobos, que cometemos muito, vamos apresentar um nível de vôlei adequado”, comentou.

O Clube Curitibano volta a quadra na próxima sexta-feira (27) para enfrentar o Chapecó, que também perdeu na primeira rodada. A próxima partida em Curitiba será no dia 22 de fevereiro, pela sexta rodada, contra o ADC Bradesco.

Confira o último ponto da partida: