Ex-número um do mundo, o tenista Roger Federer encerrou um jejum de dez meses sem título ao conquistar o ATP 500 da Basileia, na Suiça, seu país de origem. Federer não tomou conhecimento de Kei Nishikori e derrotou o adversário na grande final por 2 sets a 0 (parciais 6-1 e 6-3 após 1h12m de jogo).

Atual número 4 do ranking da ATP, o suiço chegou à 68ª conquista de sua carreira, a quinta em sua cidade natal, onde já disputou oito decisões. O último título do tenista havia sido no fim de janeiro, quando levou o troféu no ATP 250 de Doha, no Qatar.

Como também venceu o ATP 500 da Basileia do ano passado, Federer não somará e nem perderá pontos, se mantendo no quarto lugar no ranking dos melhores tenistas do mundo. Nihikori, que tem apenas 21 anos e é o 32º no ranking da ATP, soma 300 pontos e deve entrar no top 30.