O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, concedeu uma entrevista coletiva, nesta quinta-feira, em que anunciou algumas mudanças no calendário do futebol brasileiro a partir de 2013. A principal novidade é que a Copa do Brasil passará a ser disputada no ano inteiro, de março até novembro.

Além disso, a Copa do Brasil contará também com as equipes que disputarem a Libertadores. Esses clubesentrarão nas oitavas de final, após o fim da Libertadores. A partir de 2013, a Copa do Brasil terá 86 equipes e será dividida em quatro fases, valorizando a presença dos grandes times do país.

Outra mudança é na classificação de equipes para a Copa Sul-Americana. Atualmente, os clubes conquistam vaga para essa competição por meio do Campeonato Brasileiro. Mas a partir de 2013, o Brasil terá apenas quatro representes na competição: aqueles que deixarem cedo a Copa do Brasil e tiverem a melhor classificação no Brasileirão, no anterior.

Na prática, a classificação se dará da seguinte maneira: um clube X termina o Brasileirão de 2013 na 5ª colocação. Em 2014, acaba eliminado na segunda fase da Copa do Brasil, e por ter tido boa colocação no Brasileiro, ficará automaticamente com uma das vagas para a Sul-Americana.