A primeira derrota em casa na temporada frustrou o Coritiba e o bom número de torcedores que compareceu ao Couto Pereira neste domingo, mas o time ainda tem uma luta importante, dessa vez pela Copa do Brasil, e deve lotar a casa para enfrentar o Ceará. Com o setor de arquibancada já esgotado e com a meta de 25 mil sócios, prevista para a metade do ano, já batida, o Alviverde espera corresponder à resposta positiva da torcida.

Um dos destaques do jogo, Leandro Donizete, o resultado adverso tem que ficar só na lembrança e o grupo tem que ter foco para a sequência. “Muita água ainda vai rolar, nossa equipe é forte e tenho certeza que vai se recuperar”, disse o volante. Já o estreante Éverton Costa destacou o gosto amargo da derrota e a marcação falha do time. “Ninguém gosta de perder, mas hoje infelizmente não conseguimos marcar e eles foram lá e fizeram”, frisou.

Um que correu o jogo todo e foi o grande armador do grupo alviverde foi Rafinha, que analisou a fórmula de sucesso do visitante que derrubou a invencibilidade em casa. “Lutamos, corremos e a equipe do Atlético-GO veio toda fechada, jogando nos contra-ataques”, destacou. “Agora temos que ter tranquilidade porque quarta temos uma semifinal e precisamos de uma vitória simples para passar de fase”, finalizou.