Depois de dois dias treinando em Araraquara, no interior de São Paulo, a delegação do Coritiba desembarcou no fim da tarde desta terça-feira no Rio de Janeiro, onde amanhã faz o primeiro jogo da final da Copa do Brasil, contra o Vasco da Gama, no estádio São Januário. Esta é a primeira vez na história que o Coxa disputa o título desta competição.

O desembarque no Rio de Janeiro foi em meio a um grande assédio de jornalistas de todo o país, além de torcedores e curiosos que queriam ver de perto os jogadores alviverdes. Os jogadores e o técnico Marcelo Oliveiram foram atenciosos com todos os presentes no local. A rádio Banda B acompanhou a chegada da delegação no hotel ondem ficam concentrados até o horário da partida, marcada para às 21h50 desta quarta-feira.

Amanhã pela manhã, a comissão técnica coxa-branca passará um vídeo motivacional para os atletas um pouco antes do almoço. Depois, o grupo fica concentrado e focado exclusivamente na partida da noite, valendo um título inédito tanto para o Coritiba quanto para o Vasco.

Escalação

O técnico Marcelo Oliveira foi muito questionado pelos jornalistas sobre a escalação que vai por em campo amanhã, até pelo fato do volante Leandro Donizete ter sido vetado pelo departamento médico e ter inclusive ficado em Curitiba. O substituto natural seria Willian, que ainda se recupera de uma entorse no tornozelo mas deve estar em campo em São Januário.

Oliveira desconversou e manteve o mistério em torno dos 11 atletas que colocará em campo. “Temos esta dúvida. Esperamos a avaliação dos médicos sobre a condição do Willian. Caso ele não possa jogar, o Djair, Marcos Paulo ou Tcheco são nossas opções”, se limitou a dizer o comandante alviverde.