Um dos destaques na 18ª vitória consecutiva do Coritiba, no último domingo, diante do Corinthians-PR, foi Edson Bastos. O goleiro agarrou o pênalti batido por Araújo, ainda no primeiro tempo de partida. A defesa acabou mudando os rumos do jogo, já que o Coxa, mesmo pressionado, conseguiu marcar, de pênalti, com Davi e manteve os cinco pontos de vantagem para o Atlético, que tem 19 pontos no estadual.

Além de uma importante liderança em campo, Edson Bastos completou 175 jogos com a camisa do Coritiba e já entrou para a história do clube, como o quarto goleiro que mais atuou pelo Verdão. O número iguala Bastos a Rafael, que jogou no Coritiba na década de 80. Jairo, Hamilton e Fernando Prass são os três arqueiros que mais estiveram em campo pelo Coxa.

“Fico feliz por chegar a essa marca jogando em um clube grande. Sempre deixei bem claro que sou feliz no Coritiba e temos uma diretoria e comissão que nos dão todo o apoio e assim cabe a nos contribuir dentro de campo”, disse o goleiro, confiante na conquista do Paranaense.

Marcelo Oliveira destacou a importância do jogador no jogo decisivo contra o Corinthians-PR. ““O Edson é um atleta experiente e consagrado, tem a confiança da torcida e nossa também. Hoje ele cumpriu seu papel muito bem e ajudou a equipe”, elogiou.