A diretoria do Paraná, representada pelo seu vice-presidente financeiro, Celso Bittencourt, irá se reunir na tarde desta quinta-feira (25) com os funcionários do clube que protestaram dois meses de salários atrasados, ontem. A Banda B recebeu informações de um funcionário do clube, que preferiu não se identificar, dando conta de que as atividades no pátio da Vila Capanema haviam diso paralisadas até que o corpo de empregados tivessem alguma resposta da cúpula tricolor.

Em nota oficial, o clube afirmou que as atividades seguiram normalmente e que nenhum funcionário deixou de trabalhar, tanto ontem quanto nesta quinta-feira. O supervisor de futebol do Paraná Clube, Rafael Zucon, defende que houve um desencontro de informações e que a diretoria está trabalhando para resolver os recorrentes problemas financeiros do clube. “Os funcionários se sentiram desrespeitados, porque estavam trabalhando normalmente e receberam a notícia de que estava paralisados”, frisou Zucon, que confirma o pedido de reunião dos funcionários com o vice-financeiro para avaliar os salários atrasados.

O supervisor ressalta, ainda, que a reunião de hoje servirá para tentar organizar a folha salarial do clube, entre os funcionários. “Vamos dar o nosso parecer, até pra diminuir isso tudo. Sabemos que tem muita gente que não recebe, mas estamos trabalhando pra resolver isso”, afirmou, lembrando dos casos em que os vencimentos não foram pagos por quatro meses. “Somos vice-líderes da Série B e temos que resolver essa situação pelo bem do clube”, finalizou.