Tudo ou nada. É assim que o Paraná encara o jogo contra o Operário na noite desta sexta-feira, às 18h30min, no Germano Kruger. Uma vitória é a única saída para quem quer reunir forças na melancólica missão de se livrar do rebaixamento no Campeonato Paranaense.

Se já não bastasse a parada dura que vai encarar em Ponta Grossa – o Operário perdeu apenas um jogo em casa no Estadual 2011 – o Paraná ainda terá que passar por cima de seis desfalques e encontrar fôlego para buscar os três pontos. Tarefa que para o técnico Ricardo Pinto, apesar de difícil, tem que ser encara com tranquilidade.

“Vamos jogar com a bola nos pés e com toda a tranquilidade possível para colocarmos tudo que a gente vem trabalhando em prática. Temos a consciência do que precisamos”, afirma o técnico tricolor.

Sem Kelvin, Diego, Luiz Camargo, Anderson, Serginho e Henrique, Ricardo se viu obrigado a mexer em quase todos os setores do time. Alterações que fazem com que Taianan, Packer, Renato e Vinícius apareçam na equipe.

“Vamos fazer uma nova história, vamos tirar o Paraná desta situação. Vai ser um jogo dificil, mas temos capacidade de conquistar uma vitória”, declara o lateral Paulo Henrique.

Além de todos estes obstáculos, o Paraná também terá que driblar o mau aproveitamento fora de casa para vencer o Operário. Em nove partidas até agora longe de casa no Estadual, o Tricolor venceu apenas uma.

Operário

A única dúvida do Fantasma está no meio-campo. Com dores no joelho, Ceará ainda não sabe se terá condições de jogar. Caso não atue, Zé Leandro deve ser o substituto.

FICHA TÉCNICA:
OPERÁRIO X PARANÁ

Data: 09/04/2011
Horário: 18h30min (de Brasília)
Local: Estádio Germano Kruger – Ponta Grossa (PR)
Árbitro: Heber Roberto Lopes
Auxiliares: Bruno Boschilia e Guilherme Roggenbaum

OPERÁRIO:Ivan, Lisa, André, Alisson e Gilson; Serginho Paulista, Serginho Catarinense, Cambará e Ceará (Zé Leandro); Hevandro e Mateus.
Técnico: Amilton Oliveira

PARANÁ:Thiago Rodrigues, Paulo Henrique, Rodrigo Defendi, Luciano Castan e Lima; Javier Mendez, Taianan, Packer e Vinicius; Léo e Renato.
Técnico: Ricardo Pinto