O novo estatuto do Alviverde foi aprovado na noite desta segunda-feira (28), no CoutO Pereira, em Assembleia Geral convocada pelo clube. A democracia foi o destaque da votação, já que desde 1929 o texto do estatuto não era modificado. Desta vez, os sócios participaram desde a concepção do projeto, enviando propostas à diretoria.

Entre as principais mudanças estão:

– Eleições diretas para o Conselho Deliberativo e Administrativo do clube (presidente e quatro vice-presidentes);
– Os mandatos dos dois conselhos serão sincronizados e terão duração de três anos;
– Redução do Conselho Administrativo de nove (G9) para cinco (G5); Composição do Conselho Deliberativo proporcional ao percentual de votos obtidos por cada uma das chapas participantes da eleição;
– Ampliação do Conselho Deliberativo em 60 membros (40 eleitos e 20 vitalícios), aumentando a representatividade do quadro social;
– Expressa a responsabilização aos dirigentes que, por ineficiência ou desatenção, causarem prejuízos financeiros, materiais ou morais ao Coritiba.