Por Guilherme Coimbra

Ouça o gol mais importante da história do Jotinha na voz de Marcelo Ortiz:

Malutrom foi campeão brasileiro do módulo verde em 2000 (Reprodução)

Caçulinha de Curitiba, o JMalucelli completa 22 anos de história nesta terça-feira (27). Criado em 1994 com o nome de Malutrom, o time da capital teve seu ápice na conquista do Módulo Verde da Copa João Havelange, em 2000, quando venceu o Uberlândia-MG, por 3 a 2, na Vila Capanema, e faturou seu primeiro título nacional.

Desde que surgiu, no dia 27 de dezembro de 1994, o JMalucelli – na época Malutrom – se tornou o segundo time de todos os torcedores dos grandes clubes da capital. E foi com o apoio de paranistas, atleticanos e coxas-brancas que o clube chegou ao seu ápice em 2000, quando se sagrou campeão da Copa João Havelange ao vencer o Uberlândia-MG, por 3 a 2, na Vila Capanema. Sete mil pessoas acompanharam a partida, apoiaram o Malutrom e soltaram o grito de “campeão” ao fim do jogo.

O feito foi alcançado depois de um empate por 1 a 1 fora de casa. Em Curitiba, o Malutrom do técnico Amaury Knevitz saiu atrás do placar, com um gol de Washington, e chegou ao empate e virou logo em seguida com Calmon e Ednelson. Mas a alegria durou apenas três minutos. Pouco tempo depois, Serginho empatou para os mineiros. Já nos minutos finais de partida, aos 43 do segundo tempo, Flávio marcou o terceiro gol e decretou o título do time paranaense. A conquista da equipe, é claro, contou com a participação da Banda B e foi eternizada na voz marcante de Marcelo Ortiz.

Com a mudança de nome para JMalucelli, o time teve outra alteração em 2009, quando se tornou Corinthians Paranaense, em uma parceria com o tradicional clube paulista. A junção durou três anos, até 2012, quando o clube voltou a se chamar JMalucelli Futebol S/A.

Atualmente, o Jotinha disputa o Campeonato Paranaense e a Série D do Campeonato Brasileiro. Na edição de 2017 do Estadual, a equipe estreia contra o Cascavel, no dia 29 de janeiro, no Eco Estádio Janguito Malucelli.