Por Pedro Melo 

Curitibano joga a segunda partida da série no próximo sábado. (Josi Schmidt/FPV)

O Clube Curitibano finalmente venceu a primeira partida na Superliga B e foi logo nas quartas de final. Depois de perder todos os jogos na primeira fase, o Curitibano saiu na frente no confronto do mata-mata contra Osasco por 3 sets a 1, com parciais de 18-25, 26-24, 25-23 e 25-20.

“Eu sou um agente da vitória, elas que merecem essa vitória porque acreditaram o tempo todo. Devido ao trabalho é que a gente chegou. Tem ainda mais uma outra partida e precisamos se comportar bem durante toda a semana. Temos que colocar os pés no chão, mas claro que é muito bom ganhar”, comemorou o técnico Jorge Edson.

Durante toda a primeira fase, o Curitibano encontrou dificuldades para fechar os sets e consequentemente não conseguia as vitórias. Para o treinador, o principal fator para o resultado positivo foi a confiança que as jogadoras adquiriram durante toda a competição. “A pessoa tem que confiar em si. Fizemos vários jogos bons e colocamos as equipes em situação desconfortável. Tínhamos uma desconfiança e não existe mais. Essa fase começou 0 a 0 e a regra do campeonato nos colocou em igualdade. Estamos jogando voleibol com categoria e acreditando uma na outra”, disse.

Com 1 a 0 na série melhor de três, o Curitibano precisa vencer mais uma partida para avançar à semifinal. O segundo jogo é no próximo sábado (18), às 15h, em Osasco, e caso seja necessário o terceiro confronto, será no dia seguinte, novamente na casa do adversário. “Temos que nos preparar, estudar o adversário de novo e foi apenas uma vitória. Uma segunda vitória nos coloca entre os quatro melhores da Superliga B. A gente precisa descansar para essa semana de treinamentos”, concluiu Edson.