Por Pedro Melo 

Clube Curitibano estreia na Superliga B em 21 de janeiro. (Divulgação)

Clube Curitibano estreia na Superliga B em 21 de janeiro. (Divulgação)

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) divulgou a tabela da Superliga B feminina, a segunda divisão da principal competição de vôlei, com uma grande novidade: Curitiba terá uma equipe mais de 10 anos depois do encerramento do projeto campeão do Rexona.

Com parceria da prefeitura de Curitiba, o Clube Curitibano disputará o acesso para a elite do vôlei brasileiro entre os meses de janeiro e abril. A estreia acontecerá no dia 21 de janeiro, a partir das 18h, contra o Brusque, no ginásio do Clube Curitibano, em Curitiba. Os outros jogos serão contra Chapecó, São José dos Pinhais e São Bernardo, fora de casa, e Osasco e Barueri, novamente na capital paranaense.

Em nota publicada no site, o clube afirmou que a notícia já vem repercutindo de forma positiva e dois patrocinadores estão acertados para bancar o elenco. “[A competição] já tem repercussão bastante positiva junto aos associados que poderão acompanhar de perto atletas e técnicos de renome nacional desfilando em nosso ginásio de esportes. A equipe já conta com dois patrocinadores e vem recebendo outras propostas que deverão ser analisadas e definidas em poucos dias”, contou.

Apenas o primeiro colocado avança diretamente para a semifinal e as outras seis equipes vão disputar as quartas de final em melhor de três. A semifinal também será disputada em até três jogos, enquanto, a decisão será em partida única na casa da equipe melhor classificada.