O Coritiba entrou em campo com o time reserva para fazer a sua última partida do primeiro turno diante do Cianorte. Em um jogo truncado e de grande dificuldade, o Verdão conseguiu a sua nona vitória e confirmou a invencibilidade na primeira etapa depois de vencer o Leão do Vale por 2 a 1. Com o melhor ataque – 27 gols – e aproveitamento de 87% o Coxa fechou o turno com 29 pontos conquistados.

Equilíbrio em campo
A partida em Cianorte começou marcada pelo equilíbrio. O time reserva do Coritiba teve dificuldades para levar perigo ao gol de Colombo e só chegou aos 9, com Lucas Mendes. O zagueiro arriscou, a bola desviou na defesa e saiu pela linha de fundo. O campo molhado pela chuva dificultava os passes na meia cancha e as duas equipes apostaram nas chutes de longa distância para tentar abrir o marcador.

Depois de duas tentativas seguidas de Thiago Santos para o time da casa, Tcheco colocou Anderson Aquino na cara do gol. O atacante não desperdiçou e bateu de primeira para colocar o Coxa em vantagem. O tento animou o Alviverde, que seguiu no campo de ataque no chute forte de Aquino, aos 35. Os últimos minutos foram do Coxa e o placar seguiu em 1 a 0 pro Verdão.

Cianorte marca bem, mas Coxa consegue a vitória
O tempo complementar começou com muitos erros de passe no Albino Turbay. Dênis cobrou falta e, depois da confusão na área, a bola chegou a entrar, mas o gol foi anulado depois que o árbitro entendeu falta de ataque do Coritiba. O time da casa respondeu com Elvis que chutou firme para a boa defesa de Vanderlei.

O Cianorte bem que tentou, mas diante do gol não conseguia finalizar com tranquilidade. Já o Coxa pouco chegava, mas em todas as oportunidades era bastante rápido e assutava a defesa do Leão do Vale. Aos 16, Thiago Santos fez grande jogada pela esquerda e cruzou para a cabeçada de Giancarlo. Lucas Mendes falhou na marcação e a bola morreu no canto direito de Vanderlei no gol de empate do Cianorte.

O empate inflamou o time, que subiu ao ataque e deu trabalho para o goleiro Vanderlei. Alto, o atacante Giancarlo deu de cabeça e obrigou o goleiro a fazer outra ótima defesa para livrar o Alviverde da virada. Se o momento era de domínio e marcação do time da casa, o jeito foi arriscar de longe. Tcheco, aos 24, mandou de fora da área, a zaga desviou e enganou o goleiro Colombo, que nada pode fazer para evitar o segundo do Coxa.

No apagar das luzes, Valdir e Willian se envolveram em uma discussão e foram expulsos de campo pelo árbitro. Pouco depois, Tcheco se irritou e também levou o vermelho por reclamação. Nada que impedisse a vitória de número nove do Coritiba, que garantiu a conquista do primeiro turno e o melhor aproveitamento do estadual.

Ficha técnica

Paranaense 2011 – 11ª rodada

Cianorte 1×2 Coritiba
Local: Albino Turbay
Data: 27/02/2011
Horário: 16h00

Árbitro: Ricardo de Lima Legnani
Assistentes: Arestides Pereira da Silva Jr. e Claudemir Aparecido Leibante

Coritiba: Vanderlei, Maranhão, Cleiton, Lucas Mendes, Denis, Willian, MarcosPaulo, Tcheco, Éverton Ribeiro (Dudu), Anderson Aquino (Lelê) (Luccas Claro) e Bill
Técnico: Marcelo Oliveira
Banco: Rafael Martins, Djair, Luccas Claro, Dudu, Lelê e Fabinho Souza

Cianorte: Colombo, Elvis (Serginho), Alexandre Luz, Valdir, Brinner, Geandro (Jorginho), Jovane, Thiago, Amaral, Deivis (Emerson Bala) e Giancarlo
Técnico: Ronaldo Bagé

Cartões Amarelos: Brinner (Cianorte), Jovane (Cianorte), Bill (Coritiba), Lucas Mendes (Coritiba)

Cartões Vermelhos: Valdir (Cianorte), Willian (Coritiba), Tcheco (Coritiba)

Gols: Giancarlo, aos 17′ do 1º tempo (Cianorte); Anderson Aquino, aos 29′ do 1º tempo (Coritiba); Giancarlo, aos 17′ do 2º tempo (Cianorte); Tcheco, aos 24′ do 2º tempo (Coritiba)

Público pagante: Não divulgado
Público total: Não divulgado
Renda: Não divulgada