Pelo segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, o Coritiba foi superior durante os 90 minutos, mas encontrou muitas dificuldades e venceu o Ceará pelo placar magro de 1 a 0. Com isso, o Verdão se classifica para a sua primeira final de Copa do Brasil, a primeira de um time paranaense, e enfrenta o Vasco da Gama.

Primeiro tempo

Empurrado por sua torcida, o Coritiba foi pra cima do Ceará, que estava bastante recuado em campo. Aos 8 minutos, Anderson Aquino cobrou falta e Fernando Henrique fez grande defesa, no ângulo direito do gol cearense. Um minuto depois, bate rebate no ataque coxa-branca e a defesa do Vovô conseguiu afastar o perigo. O Coxa dominava o jogo e não deixava o adversário atracar. Edson Bastos só tocou na bola aos 13 minutos, em lançamento tranquilo para a área.

A primeira grande oportunidade do Ceará foi aos 21 minutos, quando Marcelo Nicácio cobrou falta com perigo e Lucas Mendes quase desviou contra a própria meta. Na cobrança de escanteio, a zaga alviverde sofreu, mas conseguiu afastar a bola e evitar o gol do Vovô. O Coxa criou mais duas boas chances de abrir o placar, aos 25 e aos 26 minutos. Mas o Ceará se defendia bem e explorava os contra-ataques. Aos 29, Anderson Aquino recebeu na pequena área, mas chutou fraco demais e a bola foi pela linha de fundo.

Aos 30, Aquino recebeu na meia lua e mais uma evz chutou para fora. O tempo ia passando e o Ceará ia equilibrando as ações do jogo, apesar do Coritiba atacar sempre com mais perigo. Perto do fim do primeiro tempo, os jogadores alviverdes passaram a errar muito, pois se mostravam nervosos em campo. Aos 42, um lance polêmico: Anderson Aquino foi derrubado dentro da área, mas o árbitro não marcou o pênalti. Dessa forma, a etapa inicial terminou com empate em 0 a 0.

Segundo tempo

Mais uma vez empurrado pela torcida, o Coritiba voltou melhor que o Ceará e pressionou muito nos primeiros minutos da etapa final. Com 1 minuto,Bill recebeu na cara do gol, chutou mas a bola explodiu em Erivélton. Até que, aos 4 minutos, Anderson Aquino recebeu sozinho na área e bateu por cobertura, sem chance para Fernando Henrique: 1 a 0 Coritiba.

O Ceará quase empatou aos 13 minutos, em chute forte de Vicente que obrigou Edson Bastos a fazer grande defesa; e também aos 14 minutos, quando Michel bateu de longe e arrancou tinta da trave alviverde. Mas o jogo era movimentado, com chances dos dois lados. Aos 16, Rafinha fez grande jogada, mas arrematou pela linha de fundo. Um minuto depois, Lucas Mendes cabeceou por cima do travessão de Fernando Henrique.

Aos 19 minutos,Rafinha fez mais uma grande jogada pela esquerda, tocou para trás e Vicente afastou o perigo. Aos 21, lançamento na área do Ceará, Léo Gago desviou, a bola sobrou para Bill, que ajeitou, girou e bateu por cima. A partida seguia movimentada, com o Ceará buscando o empate, mas com o Coritiba tendo maior domínio do jogo. Aos 31, Léo Gago soltou uma bomba e Fernando Henrique fez grande defesa. E aí restou ao Coxa administrar a vitória e a classificação até o apito final.