O Coritiba pode ir à Copa Libertadores. Como Santos e Vasco já estão garantidos na Taça Libertadores do ano que vem e, segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), cada clube participa apenas de uma competição continental na temporada, o Coxa pode ficar com a vaga por ter sido vice-campeão da Copa do Brasil. Isso, claro, caso o Vasco consiga também ser campeão da Sul-Americana.

O modelo de disputas internacionais no Brasil obedece ao modelo que já é aplicado na Europa: cada time tem direito a disputar apenas uma competição intercontinental de cada vez. Aqui no país, porém, o calendário é dividido ao meio, com Libertadores de fevereiro a julho e Copa Sul-Americana de agosto até dezembro.

Desde que a competição passou a credenciar um clube para a Libertadores, para chamar mais a atenção dos clubes participantes, a Conmebol teve que balancear e retirar uma vaga do país campeão da competição. Em termos práticos, se Flamengo, Botafogo ou São Paulo faturarem a Sul-Americana, só os três primeiros do Brasileirão vão à Libertadores. O quarto colocado só vai conquistar vaga para a competição caso o campeão da Sul-Americana não for brasileiro.