O confronto deste domingo coloca frente a frente as duas únicas equipes com 100% de aproveitamento neste segundo turno. Mais do que isso, o Coxa vai enfrentar um time que vem embalado por uma boa sequência de vitórias e sabe bem que é preciso de atenção durante 90 minutos.

O técnico Marcelo Oliveira lembra que as duas equipes estão com a mesma pontuação neste turno. “Acredito em um Paraná muito motivado. Zerou a pontuação do primeiro turno e no segundo eles têm 100% de aproveitamento, assim como o Coritiba”, diz. “Temos que analisar partida a partida, é apenas o início do segundo turno. É importante estar vencendo e lutando pela consistência”, emenda.

O mais dificil será encontrar pela frente um novo time. Da equipe que empatou com o Coxa no primeiro turno, vários atletas são caras novas. “Quando muda muito o time, tem que ter informações atualizadas para encaixar a marcação, explorar algum setor vulnerável. Vamos ter que jogar bem”, enfatizou. “O clássico já é uma motivação natural, mais ainda com esse repertório do Paraná que está se fortalecendo, importante é a nossa própria condução, independente do adversário”, completou.

E por isso a força da arquibancada será importante. “Mas vamos jogar em casa e acredito em um número muito grande de torcedores nos incentivando e isso é muito positivo”.

Assim, ele vê uma equipe se fortalecendo para encarar forte uma difícil temporada. “O time foi ganhando confiança, estabelecendo uma forma bem definida de jogar e isso nos faz confiantes. A expectativa é muito grande e é com esse sentimento e aplicação que vamos para o jogo buscando seguir o nosso caminho”. O certo é que “o Coritiba vai ter que mostrar seu potencial mais uma vez”.

E o foco é exclusivamente no adversário deste domingo. O treinador não quer criar expectativas com outros resultados e manter os pés no chão, como vem acontecendo desde o início. “Não podemos estar preocupados com os concorrentes porque eles são forte e ainda faltam nove rodadas. É uma situação que pode acontecer com a gente então temos que estar focados”, finaliza.