A primeira partida das semifinais da Copa do Brasil terminou empatada sem gols, mas as emoções não deixaram o torcedor do início ao apito final. A postura ofensiva das duas equipes combinada à forte marcação do time da casa temperou o jogo e o Coritiba, mesmo superior, não conseguiu concluir as jogadas em gol. Organizado, o Ceará pressionou no fim com Marcelo Nicácio que também desperdiçou grandes oportunidades e não conseguiu surpreender o Verdão.

A decisão fica para a próxima quarta-feira (25), quando as duas equipes voltam a se enfrentar no Couto Pereira para ver quem fica com a vaga inédita para a grande final da Copa do Brasil. Na outra semi, Avaí e Vasco também empataram, mas em 1 a 1. O próximo jogo acontece na Ressacada, e o time de Florianópolis pode empatar sem gols que conquista a classificação.

No ataque

Ceará e Coritiba jogaram de igual pra igual no Presidente Vargas tomado pela torcida do Vovô. Se nos minutos iniciais foi o Verdão quem mais tomou a iniciativa, logo o time da casa tratou de equilibrar o jogo e partir pra cima pra tentar resolver. Truncada, a partida teve muitos lances de falta, provando que os dois clubes também estavam preocupados em marcar.

Divulgação/Coritiba
Coxa terá o apoio da torcida e o retorno do atacante Bill, suspenso

Bem marcado no seu campo de defesa, o Coritiba tinha dificuldades para sair quando os ânimos do jogo já estavam mais calmos. Davi era o alvo principal da marcação montada pelo técnico Vagner Mancini e sofreu com as faltas no primeiro tempo. Mesmo assim, era do time alviverde que saíam as chances mais claras de abrir o placar, que se manteve fechado na etapa inicial de partida.

Pressão cearense e chances perdidas

O ritmo do Coxa no segundo tempo continuou forte e a determinação em marcar o gol também. Mais consciente, o time de Marcelo Oliveira passou a tocar a bola com mais tranqüilidade, mesmo com a marcação organizada do dono da casa. As chances perdidas por Rafinha e Leonardo, porém, impediram o Coritiba de consolidar a superioridade em campo.

A torcida empurrou e o Ceará passou a pressionar o Coritiba, chegando com perigo à meta de Edson Bastos com Marcelo Nicácio. Leonardo respondeu com um chute que tinha endereço certo, mas a estrela de Fernando Henrique salvou o Ceará. Leandro Donizete, em bela jogada individual, chutou firme e mais uma vez assustou a defesa do Vovô, mas o placar terminou fechado sem gols e a vaga será decidida no Couto Pereira, na próxima quarta-feira.

FICHA TÉCNICA

Copa do Brasil 2011 – Semifinal

Ceará 0×0Coritiba
Local: Presidente Vargas
Data: 18/05/2011
Horário: 21h50

Árbitro: Leandro Vuaden (RS-FIFA)
Assistentes: Erich Bandeira (PE-FIFA) e Fabio Pereira (TO)

Coritiba: Edson Bastos, Jonas, Demerson, Emerson, Lucas Mendes, Léo Gago, Leandro Donizete , Rafinha, Davi (Tcheco), Anderson Aquino (Geraldo) e Leonardo (Willian).
Técnico: Marcelo Oliveira
Banco: Vanderlei,Maranhão,Cleiton,Willian,Tcheco,Geraldo eEverton Ribeiro.

Ceará:Fernando Henrique, Diego Macedo, Fabrício (Cleber), Erivélton, Vicente,Michel,João Marcos, Thiago Humberto (Marcelo Nicácio),Geraldo,Iarley (Osvaldo) e Washington.
Técnico: Vágner Mancini

Cartões Amarelos: Rafinha (Coritiba), Jonas (Coritiba), Davi (Coritiba), Diego Macedo (Ceará) e Vicente (Ceará).

Público pagante: não divulgado
Público total: não divulgado
Renda: não divulgada