O Coritiba não fez uma partida espetacular, mas foi eficiente no segundo tempo e derrotou o Ypiranga por 2 a 0, no Couto Pereira. Com esse placar, o Verdão se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil sem passar sustos e agora aguarda o vencedor do confronto entre Brusque (SC) e Atlético-GO.

Primeiro tempo

O Coritiba entrou mal em campo, muito diferente daquele time ofensivo que fez uma grande partida diante do Atlético. O Verdão dava espaços para o Ypiranga jogar e também não conseguia criar bons lances de ataque. Aos 10 minutos, Giovani cruzou, a bola desviou e Edson Bastos com um tapa salvou o Coxa, mas a bola ainda bateu no travessão antes de sair. Aos 15, Rafael Santiago recebeu nas costas da marcação e bateu cruzado para fora.

O jogo era morno e o Verdão não arriscou a gol com perigo nenhuma vez antes dos 30 minutos. O primeiro chute a gol foi aos 32 minutos, quando Marcos Aurélio bateu falta de longe e quase surpreendeu Luiz Carlos, que estava adiantado. Aos 35, Eltinho de frente pro gol bateu forte para boa defesa de Luiz Carlos. E aí o Coritiba acordou e teve mais dois bons lances, com Marcos Aurélio, aos 42 e 45 minutos. Mas a etapa inicial ficou mesmo no 0 a 0.

Segundo tempo

A partida seguia aberta e equilibrada também no segundo tempo. O Coritiba errava muitos passes e continuava com dificuldades para atacar com perigo. Até os 20 minutos, não houve nenhum bom lance para ambas as equipes. Após a metade da etapa final, o Ypiranga se lancou pra cima do adversário, aproveitando-se de alguns espaços que o Verdão cedia à equipe gaúcha.

Aos 26 minutos, o lance mais polêmico do jogo. Marcos Aurélio cobrou falta, Pereira cabeceou e a bola teria tocado na mão de Glauco dentro da área. O juiz demorou alguns minutos para tomar a decisão e optou por não marcar a penalidade máxima. Até que, aos 32 minutos, Rafinha deixou Eltinho livre na área, e o lateral só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes: 1 a 0 Coritiba.

Aos 36, Pereira desperdiçou uma chance incrível de empatar a partida. E como quem não faz, toma… o Coritiba marcou o segundo aos 38 minutos. Marcos Aurélio tocou para Rafinha, que bateu com categoria no cantinho do goleiro Luiz Carlos: 2 a 0 Verdão, e fim de jogo no Couto Pereira, com classificação alviverde para a segunda fase da Copa do Brasil.