Ouça o áudio

Na estreia do técnico Joel Santana, o Cruzeiro venceu o Coritiba por 2 a 1, com dois gols do argentino Montillo e um de Marcos Aurélio. O Coxa não fez um bom primeiro tempo, mas cresceu na etapa final após as entradas de Leonardo e Marcos Aurélio. A Raposa saiu na frente, o Verdão empatou mas não foi o suficiente para que a equipe alviverde pontuaasse em Minas Gerais.

Com mais essa derrota no Campeonato Brasileiro, o Coritiba acaba sendo ultrapassado pelo próprio Cruzeiro na tabela de classificação e entra na zona do rebaixamento. O Verdão é o 17º colocado, com quatro pontos em seis rodadas (um empate, uma vitória e quatro derrotas).

45 minutos com apenas duas oportunidades de gol

O jogo começou equilibrado, mas com o Coritiba marcando bem e não dando espaços para o Cruzeiro atacar. O time da casa então abusava de cruzamentos longos para a área, mas nenhum que chegasse a incomodar o goleiro Edson Bastos. Mas apesar de marcar bem, o Verdão não conseguia criar boas jogadas de ataque, e a partida aos poucos foi ficando truncada no meio-campo.

Até os 25 minutos, acreditem, não aconteceu nenhum lance perigoso de ataque. Aos 27 minutos, Jonas cruzou da direita, Bill se esticou todo, mas finalizou por cima da meta de Fábio. O Cruzeiro foi acertando a marcação e foi aí que o Coxa passou a ter ainda mais dificuldades em penetrar na área adversária, mas o time da casa também não se lançava muito. Aos 38 minutos, Montillo bateu cruzado e a bola bateu na rede pelo lado de fora. E o primeiro tempo ficou nisso, sem grandes emoções e com empate em 0 a 0.

Brilha a estrela do argentino Montillo, em Sete Lagoas

Logo na primeira jogada de perigo da etapa final, o Cruzeiro teve um pênalti a seu favor. Aos 6 minutos, Eltinho derrubou Dudu dentro da área e ainda recebeu cartão amarelo. Na cobrança, Montillo acertou o canto esquerdo e Edson Bastos caiu para o outro lado: 1 a 0 Cruzeiro. Aos 13 minutos, a primeira boa jogada do Coxa no segundo tempo: Marcos Aurélio cobrou falta com muito perigo e Fábio fez grande defesa.

O Coritiba tentava atacar, mas não fazia uma boa partida e encontrava muitas dificuldades para incomodar o goleiro Fábio. Aos 24 minutos, Montillo bateu cruzado e a bola passou muito perto da meta alviverde. Aos 27, Leonardo caiu dentro da área, pediu o pênalti, mas o árbitro nada marcou. Um minuto depois, Marcos Aurélio desperdiçou uma oportunidade incrível de empatar o jogo. Aos poucos, o Coxa foi melhorando e já conseguia atacar com mais qualidade.

Até que, aos 34 minutos, Leonardo fez grande jogada pela esquerda, tocou para Rafinha que lançou Marcos Aurélio. O atacante bateu com categoria para o fundo das redes: 1 a 1. Mal deu tempo do Coritiba comemorar o empate e o Cruzeiro ficava à frente do placar novamente. Aos 37 minutos, Dudu cruzou da direita e Montillo recebeu livre na área, tendo trabalho de apenas balançar as redes: 2 a 1 Cruzeiro. Mesmo com as tentativas do Coritiba, o Cruzeiro segurou bem a vitória até o apito final, primeiro triunfo da Raposa no Brasileirão.