Por João Pedro Alves

Não importa o resultado, seja depois de uma derrota ou até mesmo com uma sequência de derrotas, o técnico Milton Mendes sempre acreditou no planejamento e no trabalho que vem sendo realizado no Paraná. A evolução, segundo ele, é questão de tempo. Mesmo com alguns questionamentos, o comandante garante que o time está indo pelo caminho traçado – e que desde o pontapé inicial do Campeonato Paranaense alguns passos já foram dados.

(Foto: Felipe Dalke/Banda B)

(Foto: Felipe Dalke/Banda B)

Milton esteve nos estúdios da Banda B nesta terça-feira (11) como convidado especial do programa Balanço Esportivo e fez uma análise da situação atual do Tricolor após cinco partidas do estadual. Na visão do treinador, o time vinha jogando como o esperado para o início de um trabalho, mas ainda faltava algo. Algo que, aos poucos, vem sendo encontrado.

“Estamos melhorando. Estávamos jogando bem, nossa equipe sempre jogou taticamente bem, mas estava faltando atitude. E no último domingo (na vitória por 3 a 1 sobre o Operário) tivemos isso”, afirmou. “Aquele é o Paraná ideal. Tem que jogar em um coletivo, porque daí acaba aparecendo o individual de cada um”, completou.

Um grande problema visto naquelas três derrotas consecutivas, no entanto, ia além da citada atitude: o Paraná visivelmente não conseguia definir as jogadas, além de criar poucas chances claras. Milton Mendes não negou, muito pelo contrário, ele explicou que mudanças foram feitas para que isso melhorasse.

“Criávamos bastante, tínhamos variações táticas, mas não conseguíamos fazer os gols. Com a chegada do Giancarlo, tivemos então o jogador que precisávamos para marcar os gols. Mudamos um pouco o esquema e deu certo”, explicou. “Nós estamos trabalhando arduamente para que a nossa equipe tenha uma boa performance e um bom rendimento dentro do campeonato”, concluiu.