O revés sofrido em São Januário, por 1 a 0 contra o Vasco não assustou o técnico Marcelo Oliveira, que demostrou confiança no resultado para a próxima partida, no Couto Pereira. Ofensivo em campo, o Coritiba soube marcar a saída de bola vascaína, mas no ataque a falta de inspiração coletiva acabou comprometendo o resultado do jogo. Essa será a primeira vez que o Alviverde terá que reverter uma situação desfavorável.

“Eu acho que temos todas as condições. Entendo que foi um jogo equilibrado: um primeiro tempo de erros de passe e contra ataque dos dois lados. No segundo, melhoramos e levamos o gol, reagimos muito bem. O Vasco recuou e o Coritiba foi pra cima, por infelicidade o gol não saiu”, analisou o técnico Marcelo Oliveira, que ressaltou a qualidade técnica do adversário e pressão de jogar no estádio lotado.

O resultado não foi o esperado, mas a confiança em uma atuação melhor na presença do torcedor, que deve lotar o Couto Pereira. “Nós vamos absolutamente confiantes, não é fácil mas é possível porque vamos nos preparar pra isso”, garante o treinador. “Tenho ideia do que podemos fazer uma jogada ou outra que pode ser a solução, precisamos marcar, mas vamos impor nosso jogo como tem sido no Couto Pereira”, aponta.

O treinador ainda explicou a saída de Bill, que sentiu uma pancada no primeiro tempo e deu lugar a Leonardo. “Eu achei que da forma que a gente tava atuando, o Bill é raçudo e participa das bolas aéraes. Com o Leonardo, eu teria opções pelo chão”, explica o técnico que não pdoerá contar com Anderson Aquino, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, para a finalíssima.