Custo dos jogos olímpicos em Tóquio-2020 será maior que a Rio-2016 (Divulgação)

Os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, podem custar até US$ 16,8 bilhões, ou cerca de R$ 56,5 milhões, valor superior ao que foi desembolsado para organizar a Olimpíada do Rio de Janeiro, em agosto deste ano. Os Jogos do Rio custaram oficialmente R$ 39,07 bilhões, segundo última avaliação do Comitê Rio-2016.

Foi a primeira estimativa divulgada pelo Comitê de Tóquio-2020 desde que a candidatura japonesa conquistou o direito de sediar os Jogos, em 2013. A demora para divulgar uma previsão inicial de custos vinha preocupando o Comitê Olímpico Internacional (COI) nos últimos meses.

Pouco depois de vencer a eleição para sediar os Jogos, autoridades japonesas avaliaram o custo da futura Olimpíada em 734 bilhões de ienes, o que equivaleria a US$ 6,2 bilhões (cerca de R$ 21 bilhões). Mas esta previsão foi considerada subestimada pelo COI.

Porém, desde então os custos de infraestrutura no país asiático vêm aumentando, em razão do terremoto e tsunami de 2011. O primeiro alvo de preocupação foi o estádio olímpico, que surpreendeu o COI pelo custo elevado.

A estimativa alta preocupa o COI justamente num momento em que a entidade tenta reduzir os custos dos futuros eventos olímpicos, com medo da rejeição que a Olimpíada vem causando às cidades candidatas nos últimos anos. Roma e Boston, por exemplo, desistiram de participar da disputa dos Jogos de 2024 por causa dos custos elevados. O COI chegou a lançar a iniciativa “Agenda 2020” com o objetivo de tornar as Olimpíadas, tanto de inverno quanto de verão, mais baratas e acessíveis para mais cidades.

Neste contexto, o Comitê Tóquio-2020 anunciou estimativa de gasto entre 1,6 e 1,8 trilhões de ienes, equivalente a US$ 15 bilhões a US$ 16,8 bilhões. Se o valor máximo for confirmado, a Olimpíada de Tóquio poderá se tornar a mais cara da história.

De acordo com respeitado estudo da Universidade de Oxford, os Jogos mais caros da história foram os de Londres-2012, com US$ 15 bilhões. O custo médio de uma Olimpíada de verão é de US$ 5,2 bilhões. Pelo estudo, os Jogos do Rio custaram US$ 4,6 bilhões.

Apesar disso, John Coates, um dos vice-presidentes do COI, elogiou o esforço do Comitê Tóquio-2020 de reduzir gastos. “Estamos felizes pelo progresso que continuamos a fazer. Eles vão seguir trabalhando e protagonizando este papel importante com o processo do orçamento”, declarou.

Coates fez questão de destacar que, do valor total estimado, US$ 4,7 bilhões serão bancados patrocinadores, contribuições do COI e outras fundos privados. Os restantes US$ 12,1 bilhões deverão ser bancados pelas esferas governamentais do Japão.