O meia Davi saiu do treinamento de segunda-feira do Coritiba sentindo dores na região do púbis. O jogador foi submetido à uma ressonância magnética, que detectou uma pubalgia. Ele vai ficar de fora da equipe coxa-branca por tempo indeterminado, já que a pubalgia é uma lesão mais demorada de ser tratada.

“Ontem, no final da tarde, ele realizou uma ressonância magnética, cujo resultado confirmou a nossa suspeita inicial de pubalgia. Então optamos por vetá-lo por tempo indeterminado. Ele deve ficar afastado por no mínimo três semanas, mas esse período vai depender da resposta dele aos tratamentos”, explicou o médico do Verdão, dr. Bráulio Moreira Jr.

Desde segunda-feira, quando sentiu a lesão, Davi já vem passando por um tratamento específico no departamento médico do Coritiba para evitar que a lesão se agravasse. “Ele vai ficar em tratamento e à medida que for serestabelecendo, teremos as novidades”, completou o dr. Bráulio.

Treinamento

O técnico Marcelo Oliveira comandou um trabalho com bola na tarde desta quinta-feira, no CT da Graciosa, e já pôde contar com o meia Éverton Costa, recuperado de lesão muscular. Na sexta-feira, o treinador define o time que enfrenta o Atlético-MG no próximo domingo, a partir das 18h30, no Couto Pereira.