Por Pedro Melo 

Matheus Costa comandará o Tricolor pela segunda vez na Série B. (Felipe Dalke/Banda B)

Sem vencer há três rodadas, o Paraná precisa da recuperação na Série B para não entrar na zona de rebaixamento. Para isso, o Tricolor conta com o apoio da torcida na Vila Capanema para derrotar o Brasil de Pelotas nesta terça-feira (18), às 19h15.

Após a demissão de Cristian de Souza, o time paranista será comandado pelo auxiliar Matheus Costa e terá novidades em todos os setores. Na defesa, o zagueiro Iago Maidana estreará pelo clube no lugar de Rayan que fica como opção no banco de reservas. Porém, a grande surpresa é o meia Renatinho perdendo posição para o atacante Minho e João Pedro será o armador. Além deles, o volante Jhony começará entre os titulares já que Gabriel Dias cumpre suspensão automática.

No esquema com três atacantes, o Paraná deverá entrar em campo com Richard; Cristovam, Iago Maidana, Brock e Igor; Jhony, Vilela e João Pedro; Minho (Renatinho), Robson e Alemão.

O Tricolor é somente o 15º colocado com 17 pontos e tem apenas um a mais que o Luverdense, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Dependendo dos resultados, o Paraná pode até entrar no grupo dos quatro últimos colocados caso perca e Figueirense ou Luverdense vença seu jogo na rodada.

Brasil de Pelotas vem desfalcado

O Brasil de Pelotas não terá força máxima para enfrentar o Tricolor em Curitiba. Marlon, Aloísio e Elias estão no departamento médico e Wagner está suspenso. Ex-atacante do Luverdense, Misael é o novo reforço do time gaúcho, mas ainda não está a disposição do técnico Rogério Zimmermann.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ X BRASIL DE PELOTAS

Local: Vila Capanema, Curitiba (PR).
Data: 18 de julho de 2017.
Horário: 19h15.
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP).
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP).

Paraná: Richard; Cristovam, Iago Maidana, Brock e Igor; Jhony, Vilela e João Pedro; Minho (Renatinho), Robson e Alemão.
Técnico: Matheus Costa.

Brasil de Pelotas: Marcelo Pitol; Ednei, Leandro Camilo, Evaldo e Breno; João Afonso, Itaqui, Nem e Marcinho; Rafinha e Lincom
Técnico: Rogério Zimmermann.