Os números do Coxa não param de surpreender. A vitória por 4 a 2 sobre o Iraty coloca o Verdão na história dos Campeonatos Paranaenses: essa foi o 28º triunfo do time do Alto da Glória no estadual – se considerada também a edição de 2010. Além disso, o resultado positivo sobre o Azulão iguala a campanha do Alviverde à do rival Atlético em 2008, que também conquistou a sequência de 12 resultados positivos no estadual.

O Coxa começou no comando do jogo, mas contratempos como as lesões de Marcos Aurélio e Jéci acabaram freando a atuação do time. Anderson Aquino marcou dois no primeiro e Davi deixou dois na etapa complementar. O atacante fez o seu décimo gol e assumiu a artilharia junto a Paulo Baier, do Atlético. Mesmo superior, o grupo coxa-branca se acomodou e tomou dois gols do Azulão, já nos minutos de encerramento da partida em Irati. Nada que ameaçasse a vitória abolsuta de um time que ainda não experimentou o gosto da derrota em 2011.

Supremacia em verde e branco
A bola mal tinha rolado quando Anderson Aquino partiu em velocidade para receber um passe preciso de Léo Gago na entrada da área e marcar o primeiro gol do Coxa, a incríveis 18 segundos de partida. O Iraty respondeu na cobrança de falta perigosa de Eduardo e a boa defesa de Edson Bastos. Pouco depois, os jogadores ficaram na bronca com o árbitro depois que Jaime foi derrubado pelo goleiro coxa-branca dentro da área, sem que o juiz marcasse a penalidade.

O Verdão seguia no ataque com Tcheco, que fez o levantamento para a cabeçada de Jeci, defendida à queima roupa pelo goleiro Renato. O Coxa sentiu o bom momento e se aproveitou da fragilidade da marcação do Azulão para ampliar o placar. Anderson Aquino, isolado, chutou para marcar o seu segundo no jogo. Diante da força do ataque alviverde, o que restava para o Iraty era apostar nos contra-ataques, mesmo sem assustar a zaga do Coxa.

Superior em campo, o Coxa perdeu um dos seus principais jogadores aos 21. Marcos Aurélio sentiu a coxa direita e teve que ser substituído por Éverton Ribeiro. Mesmo com liberdade para criar, o Coritiba passou a administrar a vantagem e diminuiu o ritmo nos minutos finais de jogo.

Coxa no comando e Azulão ligado na partida
Na volta dos vestiários, o Coxa entrou em campo e, de novo, nem tomou conhecimento do Azulão. Aos 3 minutos, Davi recebeu lançamento pela direita e, com a bola ainda no ar, chutou para assinar o gol de número 3 do Verdão. O gol trouxe tranquilidade ao time de Marcelo Oliveira, que passou a administrar a vantagem e valorizar a posse de bola.

O Iraty já não apresentava o mesmo poder ofensivo e o quarto gol coxa-branca acabou acontecendo naturalmente. Aos 17, Léo Gago, principal armador do time tanto na distribuição de jogadas quanto na qualidade dos passes, fez grande jogada pela esquerda, rolou a bola para Davi que soltou o pé e mandou pro fundo das redes do Azulão.

Com o placar já sacramentado, o Coxa relaxou em campo e foi a vez do Iraty crescer no jogo. Aos 33, Willian desviou escanteio de cabeça e Edson Bastos não conseguiu chegar na bola: era o primeiro gol do Azulão. Pouco depois, aos 39, Paraíba aproveitou o rebote do goleiro alviverde e fez o segundo do Iraty. Os gols não mudaram os rumos da partida e o Coxa conquistou a sua 28ª vitória seguida no Campeonato Paranaense.

Ficha Técnica
Paranaense 2011 – 6ª rodada

Iraty 2×4 Coritiba
Local: Cel. Emílio Gomes
Data: 26/03/2011
Horário: 15h30

Árbitro: Adriano Milczvski
Assistentes: Moisés Aparecido de Souza e Diogo Morais

Coritiba: Edson Bastos, Jonas, Jeci, Emerson, Lucas Mendes, Léo Gago (Willian), Leandro Donizete, Tcheco (Marcos Paulo), Davi, Marcos Aurélio (Éverton Ribeiro) e Anderson Aquino
Técnico: Marcelo Oliveira
Banco: Vanderlei, Marcos Paulo, Cleiton, Willian, Denis, Éverton Ribeiro e Wilson Jr

Iraty: Renato, Maicon, Gilvan, Sílvio, Mauro (Willian), Wendell, Eduardo, Bruno, Jaime (Paraíba), Cleiton (Neto) e Artur
Técnico: Gilberto Pereira
Banco: Doni, Thiago, Bidia, Bugiga, Neto, Paraíba e Willian

Cartões Amarelos: Mauro (Iraty), Gilvan (Iraty), Éverton Ribeiro (Coritiba)

Gols: Anderson Aquino, aos 1′ do 1º tempo (Coritiba); Anderson Aquino, aos 11′ do 1º tempo (Coritiba); Davi, aos 4′ do 2º tempo (Coritiba); Davi, aos 18′ do 2º tempo (Coritiba); Willian, aos 32′ do 2º tempo (Iraty); Paraíba, aos 39′ do 2º tempo (Iraty)

Público pagante: 2.643
Público total: 2.810
Renda: R$ 38.470,00