Alan Ruschel começou a treinar com bola na segunda-feira. (TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A Chapecoense anunciou nesta terça-feira uma viagem ao Peru para amistoso no próximo sábado na cidade de El Callao contra o time local, o Sport Boys, da segunda divisão do país. O destaque na partida será a presença do lateral-esquerdo Alan Ruschel, um dos sobreviventes da queda do avião da equipe, em novembro do ano passado, na Colômbia. O jogador iniciou nesta semana os trabalhos com bola e continua em processo de recuperação.

O amistoso foi um convite do time peruano. O Sport Boys vai custear todas as despesas de viagem e hospedagem da equipe catarinense. A comissão técnica da Chapecoense ainda não divulgou a lista de relacionados para o jogo, porém deve enviar um elenco formado por jogadores das categorias de base, pois no mesmo dia do amistoso, sábado, o clube recebe o Criciúma na Arena Condá, em rodada do Campeonato Catarinense, e na terça estreará na Copa Libertadores, fora de casa, contra o Zulia, em Maracaibo, na Venezuela.

“Os amistosos são também uma forma encontrada pela Chape para retribuir o carinho e solidariedade que recebemos naquele momento de grande tristeza”, disse ao site oficial da Chapecoense o vice-presidente de futebol do clube, Nei Maidana.

O dirigente explicou que outras equipes também convidaram os catarinenses para amistosos, para demonstrar apoio depois da tragédia aérea do ano passado. O primeiro amistoso foi em janeiro, no dia 25, quando o elenco sub-23 viajou ao Equador, onde enfrentou o River Plate, de Guayaquil. O jogo terminou empatado em 1 a 1.

Um dos sobreviventes do acidente, Alan Ruschel começou a treinar com bola nesta segunda-feira, junto com o fisioterapeuta do clube. A estimativa dos médicos é para que o lateral possa voltar a trabalhar junto com os companheiros em maio. O zagueiro Neto, outro que sobreviveu à tragédia, também já realiza atividades com a comissão técnica para preparar o retorno.