O técnico Ricardo Pinto comandava um treinamento hoje pela manhã, na Vila Capanema, quando um fato curioso chamou a atenção da imprensa: o atacante Kelvin, sem estar machucado, acabou sendo substituído pelo meia Marquinhos na metade do coletivo sem um motivo específico para essa troca.

Foi quando o Departamento Jurídico do Paraná divulgou que a escalação de Kelvin no jogo de amanhã, contra o Botafogo, pela Copa Brasil, estaria comprometida por um erro da CBF. O Boletim Diário Informativo (BID) de ontem, trouxe a rescisão do contrato do atacante com o Tricolor.

Informações dão conta de que a interrupção do vínculo do jogador com o Paraná foi fruto de uma antiga pendência jurídica do clube com o Vitória, da Bahia. Um caso já antigo, mas que quase coloca em risco a entrada do atacante no jogo importante desta quarta-feira.

A decisão partiu da CBF e o clube agora corre contra o tempo para tentar reverter essa situação e novamente deixar Kelvin regularizado, para que o jogador posse enfrentar o Botafogo sem que o Paraná acabe multado ou prejudicado por escalar um atleta irregular. O clube já acertou a dívida e Kelvin deve ser registrado novamente no BID até o fim da tarde.

De qualquer forma, Ricardo Pinto preferiu se prevenir caso não possa contar com Kelvin no jogo de amanhã e já treinou o time com Marquinhos de titular. A provável escalação do Tricolor para enfrentar o Botafogo, que terá estreia do técnico Caio Júnior, é a seguinte: Thiago Rodrigues; Paulo Henrique, Rodrigo Defendi, Luciano Castan e Henrique; Anderson, Luiz Camargo, Kelvin (Marquinhos) e Limas; Diego e Léo.