O Superior Tribunal de Justiça Deportiva (STJD) já anunciou que vai realizar uma sessão de julgamentos em Curitiba, no dia 22 de novembro, durante a Conferência Nacional dos Advogados. A coincidência do fato é que, ao que tudo indica, o caso Rio Branco pode cair justamente na pauta da sessão a ser realizada na capital paranaense.

O advogado do Rio Branco, dr. Domingos Moro, entrou com um recurso no STJD pedindo a nulidade do último julgamento, realizado no Pleno do TJD-PR, e que deu ganho de causa à procuradoria e ao Paraná (terceiro interessado), punindo o clube de Paranaguá e o rebaixando para a segunda divisão do Campeonato Paranaense.

Como este recurso não consta na próxima pauta do STJD, que acontece na semana que vem, há grandes chances do caso acabar aparecendo na pauta de julgamentos da sessão do dia 22 de novembro, trazendo o processo para Curitiba e o julgando próximo de todas as partes interessadas – Rio Branco e Paraná.