O episódio que marcou a final do Campeoanto Paranaense de 2008, quando o Coritiba conquistou o título dentro da Arena da Baixada e foi impedido de erguer o caneco na casa do rival não deve se repetir. Pelo menos é o que garante a Federação Paranaense de Futebol, representada pelo diretor de futebol, Amilton Stival.

A instituição garantiu que, caso o Coxa consiga sair de campo campeão, neste domingo, terá garantido o seu direito de receber o troféu na Arena da Baixada, onde faz o clássico com o Furacão. “Se houver a conquista, será entregue na Baixada. Se não houver, será entregue no Alto da Glória no domingo seguinte”, garantiu Stival.

A diretoria do Atlético não comentou o comunicado da FPF, mas o diretor de futebol, Valmor Zimermann, frisou que o clube não deve se opor à entrega do caneco, caso o campeonato termine já no domingo. “Eu não vejo problema. Até porque, se fosse conosco, também gostaríamos de receber o troféu lá. O Atlético é civilizado”, alfinetou Zimermann.

O presidente do Atlético, Marcos Malucelli, divulgou uma nota através da assessoria do clube, dizendo que, caso a partida termine empatada ou com vitória alviverde, o troféu será entregue na Arena. Em 2008, o então presidente Mário Celso Petraglia não permitiu que a Federação entrasse com a taça em campo, impedindo a festa alviverde na Arena.