Em entrevista à rádio Banda B, o presidente do Atlético, Marcos Malucelli, confirmou que Caio Jr. é a bola da vez dentro do clube para ser o novo treinador da equipe rubro-negra. De acordo com o presidente, o contato com Caio já foi feito e até mesmo as bases salariais já teriam sido acertadas.

O problema é que o treinador está disputando a reta final da Liga Nacional do Qatar e tem contrato com o clube árabe até 15 de junho. “O Caio demonstrou vontade de voltar ao Brasil, mas nós não podemos esperar até junho. O máximo que aceitamos esperar é até o começo de maio e aí o Leandro Niehues comandaria o time até lá. Eu por mim não esperaria o Caio, mas quem toma essa decisão é o nosso departamento de futebol, são o Valmor Zimermann e o Ocimar Bolicenho”, revelou Malucelli.

O time que Caio Jr. treina atualmente é o vice-líder do campeonato nacional, que se encerra no dia 15 de abril, o que possibilitaria que o treinador conseguisse uma liberação antes do fim do seu contrato. Além disso, toda a temporada de futebol no Qatar termina em 15 de maio, então certamente nessa data ele já poderia vir comandar o Atlético.

“O Caio ficou de conversar com o Sheik dono do clube dele lá e prometeu tentar uma liberação antes do fim do contrato dele. Demos um prazo pra ele definir essa situação toda. Ele tem até este sábado para nos dizer se vem pra cá e quando vem, porque a gente precisa se programar aqui. Ele não precisa se apresentar no domingo porque temos o Leandro (Niehues), mas eu tenho que saber qual a data que ele poderá vir”, explicou Malucelli.

Caso Caio Jr. não dê uma resposta ao Atlético até amanhã, ou então não consiga uma liberação antes do fim de seu contrato, aí a diretoria rubro-negra vai em busca de outro treinador disponível no mercado. “É, caso não dê certo com o Caio, aí vamos nos reunir de novo e buscar outro nome de treinador no perfil que queremos, que inove, que saia do lugar do comum, que faça coisas diferentes do que foram feitas até agora”, finalizou o presidente.