O brasileiro Sálvio Spínola Fagundes Filho foi sorteado pela Conmebol para apitar a grande final da Copa América 2011, entre Uruguai e Paraguai. O jogo será realizado neste domingo à tarde,no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, a partir das 16h. O baiano já havia apitado duas partidas na competição até aqui:Argentina 0 x 0 Colômbia e Chile 1 x 0 Peru.

Desde 1993 um árbitro brasileiro não apitava uma final de Copa América. Naquele ano, Márcio Rezende de Freitas foi o responsável pela vitória da Argentina por 2 a 1 em cima do México, em torneio realizado no Equador. Sálvio Spínola está com moral junto à CBF. Foi ele quem apitou a final da Copa do Brasil entre Coritiba e Vasco e depois foi indicado para representar o Brasil na Copa América da Argentina.

“Não me preocupa ter um árbitro brasileiro na final. A Copa América teve jogos muito duros até agora e os juízes mostraram os cartões que tinham que mostrar. Estamos tranquilos e vamos jogar da nossa maneira sem se preocupar com a arbitragem, como fizemos até agora”, afirmou o volante uruguaio Arévalo Rios.

Confiança uruguaia, mas sem entusiasmo excessivo

A torcida uruguaia está muito confiante na conquista do título da Copa América, mas os jogadores da Celeste pregam cautela, pois veem no Paraguai um adversário bastante difícil de ser batido. “Confiamos na nossa equipe e existe a grande chance de sermos campeões. Queremos entrar para história, mas o importante é saber que temos uma decisão primeiro. Temos que jogar e não sonhar com o título antes”, disseo atacante Luis Suárez.

“Estamos em um grande momento e temos que estar tranquilos. Temos um grande rival pela frente que também tem gana de ganhar o titulo. E, assim como a gente, ainda não perdeu de qualquer forma. Temos que tomar cuidado pois será um jogo duríssimo”, completou Arévalo Rios.