A seleção brasileira masculina de futebol não passou do empate em 0 a 0 com Cuba, nesta sexta-feira, no Estádio Omnilife. Com o resultado, o time do técnico Ney Franco ficou em terceiro lugar no Grupo B, com apenas dois pontos ganhos. A Argentina, que derrotou a Costa Rica por 3 a 0, está na liderança, com quatro pontos. O último jogo do Brasil na primeira fase dos Jogos Pan-americanos, e que valerá a passagem às semifinais, será neste domingo, contra a Costa Rica, que está em segundo lugar na chave, com três pontos.

Cuba entrou em campo com o claro objetivo de se defender e explorar os contra-ataques. Tanto que o primeiro lance de perigo só aconteceu aos 26 minutos, quando Misael recebeu passe em profundidade e apareceu na cara do goleiro Cooper, que espalmou o chute.

Cuba ameaçou aos 30, em um belo voleio da entrada da área do atacante Aira. A bola raspou o travessão. Aos 33, Felipe Amorim perdeu boa oportunidade de marcar na frente do goleiro cubano. Aos 39, mais uma grande chance desperdiçada: Henrique perdeu um gol inacreditável após passe de Felipe Amorim. O atacante brasileiro estava praticamente dentro do gol.

No segundo tempo, Ney Franco tentou dar mais ofensividade ao time, e colocou o atacante Rafael no lugar de Rodrigo Frauches. Mas pouco inspirado, o time brasileiro não conseguia levar perigo ao gol cubano, e ainda sofria carga nos contra-ataques. Aos 41, Sebá, que entrara no lugar de Felipe Amorim, invadiu pela esquerda e quase marcou o gol. Já nos acréscimos o meio-campo cubano Francisco e o atacante Leandro trocaram empurrões e foram expulsos de campo.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 0 x 0 CUBA

Data: 21/10/2011
Horário: 20h00 (de Brasília)
Local: Estádio Omnilife, Guadalajara (MEX)
Árbitro: Raul Orosco (BOL)
Cartões Amarelos: Henrique Miranda (BRA); Diz, Salazar e Macias
Cartões Vermelhos: Leandro (BRA), aos 45 minutos 2º tempo; Francisco (CUB), aos 45 minutos 2º tempo

BRASIL: César, Madson, Luccas Claro, Frauches (Rafael) e Henrique Miranda; Lucas Zen, Misael, Felipe Anderson e Lucas Patinho (Leandro); Felipe Amorim (Sebá) e Henrique.
Técnico: Ney Franco

CUBA: Cooper, Hernandez (Urgelles), Macias, Malblanche, Aira (Peña), Cordoves, Chang, Francisco, Castellanos, Diz (Duanes) e Salazar.Técnico: Alexander Gonzalez