O Atlético confirmou apenas nesta terça-feira a informação que a rádio Banda B já havia trazido no último sábado, durante o jogo contra o Grêmio: Carlinhos Neves não é mais coordenador da preparação física do clube. Em seu site oficial, o Atlético divulgou que a decisão da saída de Carlinhos foi tomada em conjunto com a diretoria rubro-negra.

Desde que foi contratado pelo Atlético, em janeiro, Carlinhos Neves vinha se dividindo entre o clube paranaense e a Seleção Brasileira. Ele assumiu a preparação física da seleção assim que Mano Menezes assumiu a equipe, após a disputa da Copa do Mundo de 2010. A entrada na seleção o fez deixar o São Paulo, onde trabalhou por onze anos. Mas Carlinhos acabou aceitando se dividir entre a seleção e o Atlético, mas acabou ficando apenas cinco meses no Furacão.

“Quero agradecer à diretoria do Atlético Paranaense pela oportunidade em desempenhar um trabalho pioneiro de planejamento integral de preparação física, abrangendo todas as categorias de futebol do clube. Nesse período, ampliei minha área de atuação, repassando conhecimentos na formação de profissionais na área. Desenvolvemos um planejamento completo e integrado de trabalhos, contemplando áreas diferentes como a preparação física, a fisiologia, a fisioterapia, a nutrição, num trabalho mais completo de acompanhamento e formação do atleta”, disse Carlinhos Neves.

Agora o preparador segue como funcionário exclusivo da CBF e da Seleção Brasileira. Ele se apresenta nos próximos dias para integrar a comissão técnica de Mano Menezes para os amitosos contra a Holanda, dia 04 de junho, e contra a Romênia, em 07 de junho, além de se preparar para disputar a Copa América da Argentina, entre os dias 01 e 24 de julho. Mas o planejamento que ele deixou no Atlético seguirá sendo executado pelos profissionais do clube.

O presidente Marcos Malucelli também agradeu o trabalho de Carlinhos Neves dentro do Atlético. “Agradecemos o empenho e dedicação do Carlinhos Neves nesse curto, mas muito produtivo período em que esteve conosco no Atlético Paranaense fazendo um trabalho inovador. O trabalho no clube continuará, sempre respeitando e promovendo instrumentos de altíssimo desempenho na formação e preparo de atletas. Ao Carlinhos, fica a nossa torcida para que construa um excelente trabalho também na Seleção Brasileira e as portas do clube ficam sempre abertas para este grande profissional”, disse o dirigente.