A vitória de hoje do Atlético por 3 a 2 em cima do Paraná manteve o tabu rubro-negro na Vila Capanema. Desde 2007, quando a Vila foi reinaugurada após uma longa reforma, o Furacão não perde para o Tricolor na casa do rival. De lá pra cá foram cinco jogos, com três vitórias rubro-negras e dois empates.

Além disso, o Furacão mantém outro tabu que inclui também a Arena da Baixada: Já são sete clássicos seguidos contra o Paraná em que o Atlético não sabe o que é perder para o rival. Foram sete vitórias rubro-negras consecutivas, totalizando três anos sem derrota diante do Tricolor.

Madson

O baixinho Madson foi decisivo no clássico de hoje. Ele marcou os dois primeiros gols do Atlético (chegou a sete gols no estadual), sempre empatando a partida a favor do rubro-negro. No entanto, o jogador excedou em ambas as comemorações dos gols e recebeu cartão amarelo nessas duas oportunidades, sendo expulso de campo no segundo tempo.

No primeiro gol de Madson, o jogador comemorou tirando a camisa, o que é passível de cartão amarelo de acordo com as regras atuais do futebol. Já no segundo tento, Madson foi em direção à torcida tricolor, provocando os rivais que estavam na arquibancada. Punido com o segundo amarelo, recebeu o vermelho e deixou o Atlético com um atleta a menos.