O Atlético fez o último trabalho antes do clássico decisivo com o Coritiba, que acontece na Arena, às 16h deste domingo. O técnico Adílson Batista não contou com o lateral-direito Wagner Diniz, único inscrito na posição para o Paranaense. Caso Diniz não tenha condições de disputar o Atletiba, a opção para a ponta direita será o improviso do volante Deivid, bem como o deslocamento de Kléberson para o meio-campo.

O maestro e principal armador do time na temporada, Paulo Baier, nunca marcou gols no clássico mais tradicional do estado e espera derrubar esse tabu no jogo de amanhã. “Essa semana é importante, fizemos uma boa apresentação na quarta. A equipe tá bem confiante”, desconversa o volante, conhecido pela pontaria nas bolas paradas.

Entre os fundamentos que caracteriza o Furacão no estadual está o bom aproveitamento nas cobranças de falta. Para Baier, esse é um diferencial, mas o importante é vencer para adiar a decisão e seguir vivo no sgeundo turno do estadual. “O goleiro do Bahia teve trabalho, mas o Edson já me conhece hpa muito tempo, vai ser um duelo bacana.”, brinca. “Tomara que eu tenha uma oportunidade de caprichar e fazer esse gol”, completa.

Paulo Baier aproveitou para convocar a torcida para o jogo contra o maior rival. O volante ressalta a qualidade das duas equipes e aposta num grande jogo. “Vai ser um espetáculo e quem vai ganhar com isso é o torcedor. Vai ser um jogaço”, finaliza.

Ingressos

As entradas continuam a ser vendidas neste sábado, até às 18h, nas bilheterias da Arena da Baixada. Caso não se esgotem até amanhã, a bilheteria abrirá novamente para as vendas antes do jogo.