A dupla Atletiba resolveu terminar com o mistério que rondava os novos uniformes na noite desta segunda-feira. Enquanto no Coritiba, a festa de lançamento foi de união entre funcionários, sócios e grandes craques do time, lado a lado no desfile das novas camisas, no Atlético, a torcida comandou a festa, ovacionando o capitão Paulo Baier, modelo principal da noite.

Entre as novidades do uniforme alviverde estão as listas mais grossas da camisa 2. As camisas retrô e de passeio também foram bastante comentadas, tanto pela ousadia em mesclar o xadrez à moda esporte quanto por trazer a inscrição do grande ídolo da torcida Dirceu Krüger, sob a alcunha de Alma Guerreira, já conhecida no Alto da Glória.

Divulgação
Bill e Paulo Baier desfilaram para mostrar a nova coleção de camisas da dupla Atletiba para a temporada

O Flecha Loira não deixou de externar a emoção, ainda em cima do palco. “Fico lisonjeado com a homenagem. Principalmente pelo fato de antes a torcida ter feito a bandeira, mas agora partir da instituição. É uma chance de reviver o passado do clube”, afirmou o ex-jogador. O goleiro Rafael Camorota também foi lembrado, na reprodução de uma camisa usada pelo jogador no ano da maior conquista do time alviverde: o Campeonato Brasileiro de 1985.

Nostalgia rubro-negra

O Furacão também optou por resgatar o seu novo design no baú do tempo. A nova coleção é inspirada na década de 70 e Paulo Baier foi o responsável por trajar as camisas que serão utilizadas no Campeonato Brasileiro de 2011. Para o presidente Marcos Malucelli, a nova coleção atendeu à espécie de magia que envolve a camisa rubro-negra.

“A mística da camisa atleticana é algo extremamente importante para o clube, tanto que há referência a isso em nosso hino oficial. Para o Atlético, unir um produto tão importante e simbólico como a camisa a fatores de elevada performance, materiais de primeira linha e estilo inovador é motivo de orgulho”, apontou o presidente do clube.

O Atlético fará a estreia oficial das novas camisas no próximo dia 21, quando faz a partida de abertura do Campeonato Brasileiro, contra o Atlético-MG, em Minas Gerais