Passadas quatro rodadas do segundo turno do Campeonato Paranaense, o Atlético ainda não conseguiu vencer dentro da Arena da Baixada. Até agora foram duas partidas e um empate (1 a 1 com o Corinthians-PR) e a derrota de ontem por 2 a 0 para o Operário.

O jogo de ontem, aliás, foi a gota d’água para a torcida atleticana, que protestou bastante contra a má campanha que a equipe vem fazendo em 2011 e também demonstrou revolta contra a diretoria do clube, especialmente o presidente Marcos Malucelli. Vaias, xingamentos, palavrões e gritos de “time sem vergonha” ecoaram nas arquibancadas da Baixada após o apito final que selou a derrota para o Fantasma.

Apesar do péssimo resultado, o meia Paulo Baier acredita que o Atlético não jogou tão mal assim.”Nossa luta continua. Somos profissionais e sempre buscamos fazer o nosso melhor. Conseguimos fazer um bom primeiro tempo. Criamos chances de fazer pelo menos três gols, mas o goleiro deles é muito bom e estava em uma tarde inspirada. Infelizmente eles aproveitaram as oportunidades e agora temos que buscar forças para melhorarmos”, disse o jogador.