Divulgação/Sesp-PR
Medidas de segurança agradam representantes das torcidas organizadas

A preparação para o clássico Atletiba do próximo sábado já começou. A segurança deve ser reforçada por cerca de 600 policiais militares que estar espalhados pelos terminais de ônibus da capital às imediações do Estádio Couto Pereira, onde será realizada a partida. Para o presidente da torcida Império Alviverde, Luiz Fernando Correia, o Papagaio, as medidas de segurança devem prevenir os focos de violência, principalmente após o jogo.

“A gente tem que parabenizar a PM e Guarda Municipal que estão trabalhando em conjunto com as torcidas e fazendo o trabalho preventivo”, afirmou Papagaio. “Nestas reuniões, passamos à PM locais possíveis de serem focos de problemas, onde as torcidas estarão concentradas e os horários pré-determinados”, avaliou Papagaio.

De acordo com o plano de segurança aprovado em uma reunião entre as Polícias Militar e Civil, a Guarda Municipal, a Secretaria Antidrogas e representantes das torcidas organizadas de Atlético e Coritiba, haverá cordões de isolamento para que somente torcedores com ingresso na mão circulem nas imediações do Couto Pereira a partir das 15h do sábado (27).

O presidente da Ultras, uma das torcidas organizadas do Atlético, Gabriel Barbosa, elogiou a medida que prevê segurança reforçada nos terminais. Para ele, a prática influencia na diminuição da confusão entre torcedores nesses locais. “Nos últimos Atletibas que tivemos, pudemos observar que o número de ocorrências foi muito pequeno, principalmente em relação aos ônibus e terminais, devido ao trabalho realizado, que tem sido muito bom”, disse Barbosa.

Com o estádio isolado, a venda de entradas será feita em três pontos estabelecidos pela organização do clássico nas imediações do Couto. “Tão logo seja fechado o cerco do perímetro para o controle de acesso, os bilhetes serão vendidos em veículos Kombi do Coritiba, com a segurança da Polícia Militar”, explica o chefe de Planejamento do 1º Comando Regional da Polícia Militar, major Cezar Kister.

O Couto Pereira terá o Juizado Especial Criminal instalado a partir das 16h do sábado (27), até duas horas após o término da partida. Como medida de segurança, a torcida do Atlético deixa o estádio 15 minutos antes dos torcedores do Coxa.

Materiais deTorcidas Organizadas

Segundo as regras aprovadas, nenhum material das torcidas organizadas será admitido no Couto Pereira. A ressalva porém, é relativa à mensagem que cada faixa transmite. “A torcida do Atlético poderá levar uma faixa de cada organizada, mas com dizeres relativos ao clube”, aponta o subcomandante do 12.° Batalhão da PM, major Eudes Camilo da Cruz.

Bandeiras, de bambu, PVC ou qualquer outro material, além de mastros, bonés, camisetas ou outros acessórios que façam alusão às organizadas também estão proibidos. A bateria só será permitida à torcida do Alviverde, já que todos os membros serão identificados na entrada do estádio.