A três dias da convocação para o amistoso que o Brasil vai fazer com a Alemanha em Stuttgart, no próximo dia 10, o técnico Mano Menezes garante que não levará em consideração as falhas apresentadas na Copa América. “As avaliações serão internas e vão levar em conta jogador que perdeu pênalti, que cometeu falhas, que não esteve tão bem devido a algumas circunstâncias especiais”, definiu o comandante canarinho.

Ricardo Stuckert / CBF
Treinador não quer ser injusto na convocação dos 23 jogadores que vão enfrentar a Alemanha, em agosto

Mano Menezes não quer comprometer o trabalho na Seleção Brasileira, que já dura quase um ano. Nas 12 partidas em que esteve no comando canarinho, Mano conquistou seis vitórias, quatro empates e duas derrotas, totalizando 61% de aproveitamento. Na contagem de gols da Era Mano Menezes, o Brasil balançou a rede 16 vezes e sofreu 6 gols.

Em seu primeiro e único teste oficial até a Copa do Mundo de 2014 o Brasil não se saiu tão bem quanto o esperado, mas, mesmo assim, Mano Menezes diz que não quer cometer nenhuma injustiça. “Vai ser feito como um todo, pra não ser injusto principalmente com a Seleção Brasileira. Avaliações erradas nos levam a caminhos errados, a oscilações e isso não pode acontecer porque você pode perder o rumo”, destacou o treinador.

Em visita ao grupo Sub-20 que segue para o Mundial da Colômbia, Mano Menezes criticou a falha de comunicação entre as categorias de base do Brasil e a seleção principal. “Penso que continuamos produzindo grandes jogadores, apenas andamos meio soltos nas nossas categorias. Nossos jogadores que passam pela base não tem chegado na principal. Existe um desconexão que estamos tentando reatar”, afirmou.

Arbitragem brasileira na final da Copa América

A Conmebol divulgou a arbitragem para a grande final da Copa América entre Paraguai e Uruguai. O jogo será disputado no próximo domingo (24), às 16h, no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires e, no apito, estará o brasileiro Sálvio Espínola, de 42 anos e que também apitou a final da Copa do Brasil entre Coritiba e Vasco, no Couto Pereira.

O vencedor da Copa América é premiado com a classificação para a Copa das Confederações de 2013, que será disputada no Brasil. Como país-sede, o Brasil já tem presença garantida na competição, assim como a Espanha, atual Campeã Mundial, México, Campeão da Copa Ouro.

“As decisões não vão levar em conta quem pedeu pênalti”, aponta Mano