Uma das grandes estrelas do Vasco, o lateral esquerdo e meia Felipe esteve presente em um dos momentos mais vitoriosos da história da equipe cruzmaltina, entre 1997 e 2000, e por isso é ídolo da torcida alvinegra até hoje. No entanto, o experiente jogador, de 33 anos, ainda não conquistou uma Copa do Brasil, apesar de ter disputado três finais.

Em 2003 e 2004, jogando pelo Flamengo, acabou sendo vice-campeão após o rubro-negro ser derrotado por Cruzeiro e Santo André, respectivamente. Já em 2005, ficou novamente com o vice-campeonato, mas dessa vez jogando pelo Fluminense, que perdeu a grande final para o Paulista. Por isso, o jogador vê a partida de hoje, contra o Coritiba, como a grande oportunidade de conquistar este título inédito tanto para o Vasco como para sua carreira.

“O Vasco está há bastante tempo sem um título (O último título foi o Campeonato Carioca de 2003, há oito anos). A torcida e os jogadores estão ansiosos, mas nós sabemos das dificuldades que enfrentaremos. Eu tenho a chance de entrar ainda mais na história do Vasco. Por três vezes bati na trave. Duas vezes com o Flamengo e uma com o Fluminense. Espero que meu destino seja ser campeão pelo Vasco. Conquistei titulo molequinho e espero conquistar velhinho. Neste momento, passa na cabeça um filme das conquistas e também das tristezas”, disse Felipe em entrevista ao portal globoesporte.com

Apesar de viver a expectativa de conquistar a Copa do Brasil, Felipe sabe que a missão não será nada fácil, pois o Coritiba faz uma grande temporada até aqui. “A equipe do Coritiba merece respeito, tem grandes jogadores e sabemos da dificuldade, mas decisão é em 180 minutos. Temos de tentar fazer um placar bom no primeiro jogo. Precisamos jogar com inteligência, o mais importante é não sofrer gols”, completou o camisa 6 vascaíno.

No currículo de Felipe (revelado pelo próprio Vasco, em 1996) estão, entre outros, o título do Campeonato Brasileiro de 1997, a Libertadores de 1998 e a Copa Mercosul de 2000. Ele certamente será titular no primeiro jogo da grande final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 21h50, no estádio São Januário.