O zagueiro Brinner, que disputou o Campeonato Paranaense pelo Cianorte, é, finalmente, oficializado como novo reforço na defesa tricolor. A apresentação do jogador será feita nesta tarde, na Vila Capanema. A negociação com Brinner esteve perto de melar, após o ultimato dado pelo diretor de futebol do Paraná Clube, Guto de Melo.

A diretoria do Cianorte anunciou há poucos dias que não liberaria o jogador para disputar a Série B pelo Paraná, o que colocou o departamento de futebol do Tricolor de novo na estrada para buscar um outro defensor. O zagueiro havia manifestado sua vontade de disputar a Segundona, mas o Cianorte pedia valores que ultrapassavam as possibilidades do Paraná, que deve anunciar mais um meia nos próximos dias.

O empate em 1 a 1 neste domingo manteve o jejum de vitórias do Internacional sobre o Coritiba, no Couto Pereira. A última vez que o time gaúcho venceu o Coxa em Curitiba foi em abril de 2003, com 1 a 0, com gol de Flávio. No retrospecto dos jogos do Brasileirão disputados na casa do Alviverde, foram 13 partidas disputadas, com seis vitórias do Coritiba, quatro do Inter e três empates.

Antes da partida deste domingo, o último confronto das duas equipes tinha acontecido em outubro de 2009, quando o Coxa venceu na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro com gols de Marcos Aurélio e Thiago Gentil. No mesmo ano, Coxa a Inter decidiram no Couto Pereira quem ficaria com a vaga na grande final da Copa do Brasil. O Verdão venceu por 1 a 0, com gol do argentino Ariel Nahuelpan, mas foi desclassificado graças à derrota por 3 a 1 no jogo de ida, no Rio Grande do Sul.

Neste domingo, A falta de pontaria comprometeu o time do Alto da Glória, que sofreu nas finalizações e não conseguiu converter em gol todas as boas chances que teve durante o jogo. O tento saiu na penalidade cobrada por Davi, que marcou o seu primeiro gol no Campeonato Brasileiro. O atacante lamentou o resultado e a falta de sorte nas conclusões. “Nós fomos para cima do Inter e jogamos para vencer. Poderíamos ter marcado mais gols, mas o que faltou foi sorte mesmo”, apontou Davi.

O próximo desafio do Coritiba será o Cruzeiro, em Sete Lagoas, no próximo sábado (25), às 21h. Davi garante que essa semana será de trabalho e muito treinamento, para que o time não cometa os mesmos erros que tiraram do Coxa a oportunidade de marcar mais três pontos. “Eu estou aqui para ajudar o Coxa, para honrar essa camisa e ver o time vencer. Vai ser um jogo difícil”, finalizou.