Essa semana completa um ano que a Seleção Brasileira viajou para a África do Sul, onde disputou a Copa do Mundo de 2010 e acabou eliminada pela Holanda nas quartas de final. Agora, a equipe não é mais treinada por Dunga, mas sim por Mano Menezes, que manteve apenas dez jogadores dos 23 que disputaram o Mundial.

São eles ogoleiro Julio César, os laterais Maicon e Daniel Alves, os zagueiros Lúcio, Thiago Silva e Luisão, o volante Ramires, o meia Elano, e os atacantes Robinho e Nilmar. Todos esses jogadores foram convocados ontem para os amistosos contra a Holanda (dia 04 de junho, no estádio Serra Dourada) e contra a Romênia (dia 07 de junho, no estádio Pacaembu), e portanto fazem parte de uma pré-lista, de onde saem os 22 atletas que jogarão a Copa América da Argentina, do dia 01º a 24 de julho.

“Sempre se trabalha com uma probabilidade maior com alguns nomes porque há uma observação maior. O parâmetro é mais confiável para uns do que para outros. Uns têm uma trajetória mais significativa. E levamos isso em consideração para mesclar experiência com juventude”, disse Mano Menezes, justificando a permanência desses dez atletas na seleção e a não convocação dos outros 13.