No décimo terceiro dia de competição nos Jogos Olímpicos de Londres, o Brasil obteve a segunda medalha de prata com a dupla masculina do vôlei de praia Alison e Emanuel, que foi derrotada pelos alemães Brink e Reckermann por 2 sets a 1. O Brasil fecha o dia com 11 medalhas: duas de ouro, duas de prata e sete de bronze, ocupando a 25ª posição no ranking geral.

O vôlei feminino venceu a semifinal contra o Japão por 3 sets a 0 e avança para a final contra os Estados Unidos. Atual campeã olímpica, a seleção já está com a medalha de prata garantida e disputa o ouro neste sábado (11).

No segundo dia do declato, Luiz Alberto de Araújo ficou na 17ª posição. A primeira prova foi dos 110 metros com barreiras e o atleta ficou em sexto lugar. No lançamento de disco, Luiz Alberto teve apenas as duas primeiras tentativas validadas e a melhor delas marcou 44,76 metros, fazendo-o cair para a 16ª posição na classificação geral. No salto com vara, o brasileiro ficou com 4,60 metros e assim finalizou com 6.544 pontos. O americano Ashton Eaton lidera a competição com 7.381 pontos.

Na disputa por uma vaga na final do ciclismo, na categoria do BMX, o brasileiro Renato Rezende sofreu uma queda durante a segunda bateria de sua chave, e foi eliminado. Ele lesionou o ombro direito e fará novos exames para avaliar o tempo de recuperação.

A representante feminina do Brasil na maratona aquática, Poliana Okimoto, abandonou a prova após uma hipotermia. Na quinta volta das seis previstas, a atleta não aguentou e desistiu. Ela estava em 20º lugar. A medalha de ouro ficou com a húngara Eva Risztov, a de prata, com a americana Haley Anderson, e a de bronze, com a italiana Martina Grimaldi.

A estreia da brasileira Joice Silva na luta livre feminina não foi feliz e a atleta não passou para a próxima fase. Joice lutou, na categoria até 55 quilos, contra a russa Valeriia Zhobolova e perdeu por 2 períodos a 1. Ela teria tinha chance de entrar na repescagem se Valeriia chegasse à final da categoria, mas a russa perdeu para a japonesa Saori Yoshida na semifinal e a brasileira foi eliminada.

Estreando na Olimpíada, Diogo Silva, lutador de taekwondo, venceu Dmitriy Kim, do Uzbequistão. Após empate de 2 a 2 no tempo regulamentar, Diogo conquistou a vitória no golden score (dois minutos de luta com “morte súbita”). Ele competia na categoria até 68 quilos e avançou para a etapa seguinte. Nas quartas de final, o brasileiro lutou contra jordaniano Mohammad Abulibdeh e partiu para a semifinal. Nesta etapa, porém, ele não garantiu medalha: forçou um golpe contra o iraniano Mohammad Bagheri Motamed e, após decisão dos árbitros, saiu como perdedor e foi eliminado.

No revezamento 4×100, a equipe formada pelas brasileiras Ana Cláudia Silva, Franciela Krasucki, Evelyn Carolina e Rosângela Santos terminou em quarto lugar na primeira das duas baterias eliminatórias. Elas garantiram a sexta vaga na final, que será amanhã (10).

Foto: Agência AFP