O meia Alex, ídolo do Coritiba, do Palmeiras e do Cruzeiro, se desligou do Fenerbahçe, clube em que estava há oito temporadas, na tarde desta segunda-feira (01).

Hoje, terça-feira (02), o ex-camisa 10 da Seleção Brasileira publicou uma carta em seu site oficial (www.alex10.com.br) para esclarecer como foi a sua saída do clube turco.

Confira a carta na integra:

“Para esclarecer de vez a situação, meu desligamento do Fenerbahçe aconteceu da seguinte forma:

Perdemos para o Kasimpaşa por 2 a 0 no último sábado à noite. Após o jogo, nosso treinador entrou no vestiário e se demitiu; um diretor falou aos berros; o presidente expôs várias coisas e, por último, os jogadores falaram. O mais triste é que, em nenhum momento, alguém usou as palavras bola ou futebol.

Domingo treinei normal. Segunda-feira, quando cheguei para treinar, fui chamado pelo técnico na sala dele e este me avisou que eu estava afastado do time. Argumentei que para um atleta ser afastado, tem que haver um motivo disciplinar. Não tinha e não tem, por isso gostaria muito de saber o motivo.

O treinador me passou da seguinte maneira:”Eu sou o treinador e a liderança do time, mas você é muito grande e forte. Não posso ter você contra minhas ideias dentro do vestiário. Por isso tomei essa decisão”.

Minha resposta foi simples e direta:”É isso mesmo. Decisões devem ser tomadas e vou ao presidente ver o que ele me diz”.

Entrei na sala do presidente às 16h15 e sai às 16h18. Oito anos de clube e ele resolveu tudo em apenas três minutos.

O presidente me disse:”Pode falar”.Eu disse que gostaria de saber como proceder naquele momento, já que o treinador tinha me proibido de treinar juntamente com o time.

“A decisão é sua! Você treina em separado ou vai embora!”, disse meu ex-presidente. Assim acabou. Não posso treinar separado somente porque eles desejam e se preocupam com aquilo que represento dentro do vestiário.

Darei uma coletiva na próxima segunda-feira e serei o mais claro possível com o torcedor do Fener. Devo isso a todos para poder voltar ao Brasil com tudo bem esclarecido.”

Alex ainda não tem data definida de volta à Curitiba, sua cidade natal. Em breve, o jogador de 35 anos irá decidir sobre o seu futuro pois existem clubes como o próprio Coritiba, o Palmeiras e o Cruzeiro estão atrás do atleta.