Após dois empates contra o Vasco, o Atlético acabou eliminado da Copa do Brasil nas quartas de final e agora foca na estreia no Campeonato Brasileiro, dia 21 de maio, contra o Atlético-MG. Depois do apito final no jogo de ontem (empate em 1 a 1 em São Januário), o técnico Adilson Batista lamentou a eliminação na competição.

“A gente tentou dificultar, a proposta(no primeiro tempo)era o contra-ataque, a gente encaixou duas ou três e o Guerrón teve uma oportunidade. Depois(no segundo tempo)tivemos que arriscar. Do que eu vi, melhorou muita coisa, mas a gente é exigente, sabe que é outra competição o Brasileiro. Mostramos a um clube da Série A que podemos jogar de igual para igual, mas vamos melhorar”, disse o comandante rubro-negro.

Para o treinador, o empate em 2 a 2 no jogo de ida, na Arena da Baixada, foi o que determinou a eliminação atleticana. “Não adianta não perder na Copa do Brasil e estar fora. O objetivo era ir mais longe e infelizmente no jogo da Arena a gente acabou sofrendo dois gols, o que deu mais tranquilidade ao adversário. É uma lição, mas é difícil você todo dia aprender, precisa melhorar, nós temos consciência disso”, completou.

Por fim, Adilson Batista tranquilizou a torcida e garantiu que o Atlético vai melhorar e fazer um bom Campeonato Brasileiro: “Sabemos da tristeza do torcedor e precisamos qualificar para ter uma campanha melhor no Brasileiro. O torcedor pode esperar um time aguerrido, com vontade, que vai melhorar. Temos a consciência de um mau começo do ano, agora vamos tentar qualificar. Queremos um time competitivo, com personalidade. Nós precisamos fazer um segundo semestre melhor”.