O número de gols marcados na partida de ida, em Salvador, pelas oitavas de final da Copa do Brasil não é o único ponto comum entre Atlético e Bahia para o jogo de hoje, na Arena da Baixada, às 21h50. Outro fator é o mistério que os técnicos dos dois clubes estão fazendo para a escalação dos times que entram em campo na noite de hoje.

O Tricolor de Aço passou a tarde de terça-feira no CT da Graciosa e fez o seus treinamentos de portões fechados. René Simões, ídolo no Alviverde conhece muito bem o terreno e garantiu que só irá divulgar a lista de escalados pouco antes do jogo.

Do lado Rubro-negro, o suspense é o mesmo. Adílson Batista afirmou que já montou o time, mas que não divulga para deixar o técnico adversário pensar um pouco sobre a escalação. Opções não faltam para o técnico estruturar a equipe: Wagner Diniz e Rômulo são possíveis nomes para a ponta direita, enquanto na meia cancha, o recém-chegado, Wendel, poderá fazer sua estreia no Furacão.