Após a vitória de ontem por 2 a 1 em cima do Paranavaí, o técnico Adilson Batista admitiu que o Atlético não fez um bom primeiro tempo, mas disse que a equipe melhorou na etapa final e conseguiu a vitória de vitória, com dois gols de Adaílton. Para o treinador, é preciso controlar a ansiedade dos jogadores atleticanos.

“Até o gol do adversário foi bola no chão, a gente tem que controlar esse aspecto, que éa ansiedade dos jogadores, pois os times do Campeonato Paranaense vêm sempre jogar fechados aqui e precisamos arriscar. Precisamos ter tranquilidade, mas vamos trabalhar isso”, afirmou o treinador rubro-negro.

Para Adilson, o Atlético encontrou muitas dificuldades para vencer o Paranavaí: “Estou com 10 dias de trabalho e eu acompanhei os jogos da arquibancadae o que eu vi contra o Cianorte e o Bahia foi uma melhora. Hoje tivemos dificuldades e precisamos saber o porquê dessas dificuldades. Tivemos as ausências, o desgaste de quarta, o jogo é em cima, mas isso vale para todos, mudança de trabalho, de treinador, enfim, uma série de coisas que acabam afetando o time. Com calma a gente tem a semana para trabalhar”.

Para o próximo jogo do Furacão, contra o Bahia na quarta-feira, pela Copa do Brasil, o treinador espera contar com o apoio da torcida para avançar na competição. “A intenção era essa. Tivemos dificuldades no primeiro tempo, mas melhoramos no segundo e o torcedor precisa entender o porquê. Ele é bem consciente, foi e demonstrou isso nas cobranças, mas a gente sabe da força da torcida do Atlético e da importância deles. Quarta-feira teremos mais gente à disposição e esperamos conta com o apoio deles para passar de fase”, finalizou Adilson Batista.

Folga

O elenco atleticano ganhou folga neste domingo e os jogadores só se reapresentam amanhã, no CT do Caju, para dar início aos treinamentos da semana. O Atlético enfrenta o Bahia na quarta-feira pela Copa do Brasil, e no domingo faz o clássico Atletiba, também na Arena da Baixada.