Foi dada a largada para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Mesmo antes da abertura oficial, o futebol começou, primeiro com as meninas (ontem), e agora com a rapaziada. O Brasil já estreou metendo 3 a 0 na China, e mostrando que brigará por medalhas.
De hoje até o final das Olimpíadas estarei dando meus pitacos sobre os Jogos aqui no Blog.

Meninas do futebol

A equipe feminina do Brasil, comandada pelo técnico Vadão, passou tranquilo pelo primeiro adversário, a China. Os 3×0 (gols de Mônica, Andressa Alves e Cristiane) mostraram que o time pode brigar pelo ouro inédito. A mescla de novas atletas com as experientes Formiga, Cristiane e Marta, deu muito certo, e formou um conjunto equilibrado e bem distribuído em campo.
A super craque Marta atua hoje mais pelo lado direito, na linha de meio campo, de uma forma mais solidária e participativa, porém não menos brilhante. Se não fez gols ajudou a equipe com e sem a bola, sendo responsável pela assistência do segundo gol, marcado por Andressa Alves.
Na outra partida válida pelo Grupo E, a Suécia venceu a África do Sul por 1 a 0. No próximo sábado, Brasil e Suécia se enfrentam, as 22h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A vitória praticamente garante a classificação para as quartas de final. Antes desse confronto acontece a outra partida do grupo, entre África do Sul x China, as 19h.

Gurizada pega a África do Sul na estreia

O futebol masculino começa hoje sua caminhada em busca do ouro também inédito. Os comandados de Rogério Micale, baiano de nascimento, mas que iniciou sua trajetória no futebol aqui por nossas bandas (mais precisamente na Portuguesa Londrinense, em 1999), partem em busca do título, sabedores que nem a medalha de prata será bem vinda.
Neymar é o maior astro da Seleção e dos Jogos, mas o Brasil conta com mais feras além dele. Gabriel Jesus e Gabigol (o Gabriel, do Santos) forma um ataque de encher os olhos. Renato Augusto será o maestro no meio campo e Marquinhos o organizador da defesa.
Um belo time, que chega com pinta de campeão. Como em outros anos. Vamos torcer que dessa vez a coisa ande bem. Estou botando fé no Brasil do Micale.