unnamed

O problema do futebol brasileiro está muito acima de apenas uma troca de técnico. Entendam: eu não gosto do estilo do Dunga e acho que o Tite, nesse momento, é o técnico (brasileiro) ideal para a Seleção. Acho que a escolha foi completamente acertada, tanto dos cartolas quanto a dele de ter aceito o cargo, ainda que não assinado o contrato.

Mas parem para refletir. A Seleção Brasileira é o contraste do futebol nacional. Não temos uma categoria de base organizada, logo, não iremos evoluir em médio prazo. Demitir treinador é o que todos os clubes fazem após sequencia de resultados ruins, fazendo com que tudo seja jogado pro alto por dirigentes torcedores que não querem ver seus clubes mal na tabela, mas mal sabem que são eles que estão fazendo tudo errado.

Vou repetir: acho o Tite um grande treinador e vai dar um bom jeito no nosso selecionado, porque com Dunga, tínhamos um esquema de 4-1-4-1 difícil de ser identificado dentro de campo. Nesse momento, não acho que nos falte tanta qualidade, mas talvez comprometimento e um cara que saiba postar um time dentro de campo. Tite vai ser esse cara.

Mas daí a origem do problema nunca vai mudar. Já falei da base, mas dá pra falar também sobre a estrutura da CBF, em que temos um presidente que não pode sair do país se não vai preso, um vice que já está preso e uma eleição manipulada para ter um outro vice mais velho do que Delfim de Pádua Peixoto, que é contra a atual gestão.

O 7 a 1 vai continuar sempre aparecendo, não importa se dentro do campo ou fora. A última foi o 7 a 1 sobre o Haiti, e mais nenhum gol marcado na Copa América Centenário. Único time a levar um gol dos haitianos e a maior seleção das Américas eliminada na primeira fase.

Boa sorte, Tite, você vai precisar.