Todos os dias o mercado do futebol chinês se movimenta e contrata diversos jogadores renomados no mundo todo, não só no Brasil mas na América do Sul como um todo e aos poucos entrando nos grandes times da Europa. O Atlético de Madrid confirmou nesta segunda-feira que dois jogadores foram vendidos para Dalian Yifang, campeão da 2ª divisão chinesa: Gaitán, de 30 anos e Yannick Ferreira-Carrasco, de apenas 24 anos e que já marcou gol até em final de Champions League.

A discussão começa no momento em que um jogador jovem e extremamente promissor, titular da seleção belga, troca o maior mercado do mundo para atuar sem nenhuma pressão num futebol que cresce aos poucos apostando em contratações milionárias.

Entendam, não sou e nem fui jogador profissional, não consigo saber de fato o que se passa na cabeça de cada um, mas consigo mensurar de que o dinheiro que se recebe na Europa é muito bom e não seria de fato necessário você largar mão de estar jogando num futebol completamente competitivo, que te trará a chance de disputar e vencer os melhores do que num lugar que você será esquecido, receberá dinheiro e não terá pressão. Onde está o problema?

Perda no interesse em jogar em alto nível? Não consigo entender.